Evitando novo embate com Ronaldo Silva, Cristina Costa ironiza ao chamar o colega de “cabo eleitoral” de Lula

2

Integrante da bancada do PT na Casa Plínio Amorim, a vereadora Cristina Costa desta vez evitou ir para o embate com o governista Ronaldo Silva (PSDB), que disse na sessão plenária de ontem (8) que vai comemorar “soltando fogos” quando o ex-presidente Lula tiver a prisão decretada. Ao invés do estilo ‘bateu levou’, Cristina ironizou o colega de Legislativo, ao chamá-lo de “cabo eleitoral de Lula”.

Isso porque a vereadora mencionou no plenário o motorista de uma empresa de viação da cidade, Givaldo Oliveira, que após assistir às declarações contundentes de Ronaldo, disse a ela que iria se filiar ao PT em Petrolina. “Enquanto o vereador tenta denegrir e provocar, um motorista me diz que se filiará ao PT. Isso mostra que a população está atenta e sabe reconhecer quem realmente está fazendo”, ponderou. Ronaldo Silva tinha saído do plenário antes da fala da vereadora.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome

dezessete + 4 =