Evento de agrometeorologia, mudanças climáticas e desertificação tem início hoje em Juazeiro

por Carlos Britto // 14 de agosto de 2017 às 07:20

O 20º Congresso Brasileiro de Agrometeorologia (CBAGRO) e 5º Simpósio de Mudanças Climáticas e Desertificação no Semiárido Brasileiro (SMUD) terão início logo mais às 9h, no Complexo Multieventos da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), em Juazeiro (BA). Com o tema “A Agrometeorologia na Solução de Problema Multiescala”, o evento tem por objetivo promover um fórum de análise, discussão e compartilhamento de informações científicas sobre os resultados e avanços da pesquisa, ensino e extensão.

O CBAGRO reúne, a cada dois anos, pesquisadores, professores, técnicos e estudantes envolvidos com a agrometeorologia e suas áreas interdisciplinares, para discutir e compartilhar informações científicas sobre os resultados e avanços da pesquisa, ensino e extensão. O evento é uma realização da Sociedade Brasileira de Agrometeorologia e, nesta edição, conta com a organização da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf).

Já o SMUD, realizado a cada dois anos pela Embrapa, é um fórum de discussão dos avanços técnico-científicos disponíveis frente às projeções e aos diferentes cenários de mudanças climáticas e desertificação no semiárido. Também visa a orientar as futuras ações de pesquisa e desenvolvimento relacionadas à avaliação dos efeitos desses processos na região, bem como a adoção de medidas de adaptação e mitigação.

Cerca de 800 pessoas se inscreveram e deverão participar. O evento trata da Agrometeorologia, que estuda a questão do clima, do tempo, com um viés da agropecuária. É um trabalho que a Embrapa desenvolve há mais de 40 anos. Já o simpósio sobre desertificação também têm temas bastante atuais, a exemplo do desmatamento. Vamos reunir uma comunidade científica muito importante, pela primeira vez aqui no Sertão”, explica o pesquisador da Embrapa, Iêdo Bezerra Sá, ressaltando que especialistas de várias partes do país e também da Argentina, Canadá, Austrália e Estados Unidos participarão dos eventos.

Programação

A programação tem início com uma palestra internacional sobre a Agrometeorologia na Solução de Problemas Multiescala – desafios diante das variabilidades climáticas e dos avanços tecnológicos –, com o pesquisador da Universidade da Flórida, Clyde Fraisse. Já o encerramento conta com uma visita técnica a instituições de pesquisa, a exemplo da Embrapa Semiárido, em Petrolina, e empresas agrícolas, como fazendas de produção de frutas e vinícolas da região.

O evento está sendo organizado pela Embrapa e Univasf, com apoio da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Universidade Federal Rural do Semiárido (Ufersa), Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), Universidade do Estado da Bahia (Uneb) e Instituto Federal do Sertão Pernambucano (IF Sertão-PE).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *