Estudantes petrolinenses produzem curta-metragem sobre as fases do luto

por Denise Saturnino // 20 de outubro de 2022 às 21:00

Foto: Denise Saturnino

Intitulado “Epiphany – 5 fases do luto”, um curta-metragem de 12 minutos, produzido por estudantes do Colégio Motivo, em Petrolina, será exibido no dia 5 de novembro, no Cinemark, em Juazeiro (BA), às 10h para o público em geral. A obra faz parte de um projeto da rede escolar, que pretende incentivar as diversas habilidades dos alunos e atribuir nota nas disciplinas de linguagem.

Para este trabalho, sete estudantes do primeiro ano do Ensino Médio foram os responsáveis pela escolha do tema, roteirização, produção e edição do curta. “Quando o tema surgiu nós fizemos vários debates para deliberar sobre a relevância e viabilidade de execução e todos do grupo foram de acordo por se tratar de algo que todos nós passamos, principalmente por conta da pandemia do coronavírus”, disse a aluna Bianca Yumi.

“Quando sugeri que fizéssemos um trabalho que abordasse as cinco fases do luto foi pensando principalmente em todas as pessoas que perderam alguém especial durante a pandemia. Todos nós da turma perdemos alguém que amávamos e passamos juntos pelas fases do luto”, acrescentou Matheus Guimarães, idealizador do tema.

Em entrevista ao Blog, os estudantes explicaram que o curta já foi produzido e avaliado pelos professores. Portanto, os próximos passos serão: apresentação para familiares e votação do público que culminará na premiação final. “Teremos duas sessões no dia 5 de novembro. A primeira será mais restrita para os participantes e a segunda para o público em geral. E, nas duas haverá votação para a premiação final. Mas, quem não puder prestigiar o curta nesta data, iremos disponibilizar a obra no YouTube para que todos tenham acesso”, destacou a aluna Ana Caroline Gondim.

Sobre a experiência de produzir o primeiro trabalho audiovisual, todos pontuaram que foi um caminho “desafiador”. “Foi um processo 100% autoral. Que apesar de termos a oportunidade de contratar alguns serviços de filmagem, escolhemos colocar a ‘mão na massa’ e fazermos a nossa própria produção. Foram quatro meses de captação de imagens, edição e finalização. E, mesmo com o grande desafio, aprendemos muito e estamos orgulhosos do resultado”, concluíram. A equipe é formada por Bianca Yumi, João Filipe, Ana Caroline Gondim, Eloá Freitas, Pedro Dórea, Matheus Guimarães e Mairon Lúcio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.