Estudantes da zona rural de Petrolina desenvolvem projeto capaz de acabar com água salobra

4

estudantes rajadaEstudantes do Ensino Fundamental da Escola Municipal José Cícero de Amorim, situada no distrito de Rajada, zona rural de Petrolina, desenvolveram um projeto capaz de diminuir e até acabar com o sal contido na água. Trata-se de um dessalinizador que, aquecendo o líquido, deixa para trás apenas a salinidade no recipiente. Segundo os criadores, o objeto foi pensado devido à crise hídrica e idealizado para remover os índices de sal das águas nos mananciais e reservatórios.

A professora e orientadora dos alunos, Williana Alves de Brito, explica que o princípio do dessalinizador não é novo, mas duas coisas chamam a atenção: foi criado exclusivamente por alunos menores de 13 anos e mostra que é possível utilizar a água dos mares e dos subterrâneos – essa última, uma peculiaridade do Sertão pernambucano.

Desenvolvido por quatro alunos, o processo de dessalinização da água começa a partir de uma caldeira de armazenagem da substância salobra, que, aquecendo-a, passa por uma mangueira de evasão até chegar ao receptor do líquido purificado. Para a criação do dessalinizador, os jovens cientistas precisaram estudar o princípio do estado físico da água e como colocá-lo em prática.

O projeto foi apresentado na 1ª Feira de Ciências do município, ocorrida no último mês, e está concorrendo ao primeiro lugar da Mostra na modalidade Práticas do dia a dia. De acordo com eles, o dessalinizador continuará a ser aperfeiçoado. (foto/divulgação)

4 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome