Estudantes da Univasf em Petrolina fazem mutirão para implementar Sistema Agroflorestal

0
Foto: Priscila Machado

Como meio de reverter os impactos consequentes da agricultura convencional utilizando-se de formas de manejo sustentáveis através de práticas e costumes locais, bolsistas do Centro Vocacional Tecnológico (CVT) implementaram o Sistema Agroflorestal (SAF) no Campus Ciências Agrárias da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), em Petrolina. A ação fez parte das atividades da Unidade Demonstrativa e Experimental, cujo objetivo é promover o conhecimento e experiência dos integrantes do Sertão Agroecológico, comunidades e organizações parceiras.

O Sistema Agroflorestal possibilita a harmonia entre os interesses e necessidades econômicas e socioprodutivas dos agricultores com a conservação da biodiversidade e dos recursos naturais. De acordo com Priscila Machado, integrante do Núcleo do Sertão Agroecológico, “a unidade constituirá um ambiente de avaliação e experimentação coletiva deste tipo de sistema para nossas condições edafoclimáticas e diversidades socioculturais das comunidades do Semiárido em diferentes condições de acesso à água”.

Durante o último final de semana os estudantes aliaram a produção com a restauração e conservação de agroecossistemas com base em experimentos exitosos na recuperação de áreas degradadas no Semiárido e em outros Biomas do Brasil. Para o coordenador do projeto, Professor-Doutor Helder Freitas, inúmeros são os desafios quando se pensa em Sistemas Agroflorestais no Bioma Caatinga. “A prática desses novos implementos serve como base de pesquisa de campo e de visibilidade cientifica, entretanto, precisamos respeitar a diversidade pluvial do nosso bioma e também otimizar os recursos hídricos disponíveis nas comunidades”, explicou.

A Unidade Demonstrativa e Experimental também servirá de ambiente pedagógico para novos estudantes dos cursos de graduação e pós-graduação da Univasf e demais instituições de ensino, pesquisa, extensão e desenvolvimento nos territórios Sertão do São Francisco.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome