Estiagem perde força no Sertão do São Francisco nos últimos dois meses, diz Monitor das Secas

1
Foto: reprodução

A última atualização do Monitor de Secas, coordenado pela Agência Nacional das Águas (ANA), aponta que em Pernambuco houve uma expansão da área sem seca no Sertão e, sobretudo, diminuição da intensidade da estiagem na região do São Francisco, passando de moderada para fraca entre os meses de abril e maio. No Agreste houve diminuição da área de seca moderada e de seca fraca, surgindo uma região sem seca em sua porção oeste. Já na Zona da Mata ocorreu a diminuição da intensidade da seca moderada para fraca na porção norte, assim como a passagem de seca fraca para ausência de seca, tanto na porção sul quanto em toda faixa litorânea.

Os impactos da estiagem são de longo prazo em todo o território pernambucano. Em Pernambuco as precipitações acumuladas de maio registraram valores entre 25 mm (no Sertão) e 400 mm (no Litoral), com grande variabilidade no território.

Com as chuvas de maio o Monitor de Secas registrou uma redução das áreas com seca em nove Estados: Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Tocantins.

1 COMENTÁRIO

  1. Pois é, tudo vai continuar como sempre foi, chovendo muito no Litoral, principalmente no mês de junho e no Semiárido muito pouco. No litoral chove de 1.600 mm a 1.900 mm por ano, no Semiárido a média é de 402 mm por ano, mas mesmo assim é muita água, isso representa cerca de 400 bilhões de metros cúbicos por ano. Tem ano que só chove 200 mm, mas mesmo assim ainda é muita água, multiplicada essa média pela área do Semiárido isso ainda representa cerca de 200 bilhões de metros cúbicos. Se você dividir esse número por, vamos supor, 20 milhões de habitantes, isso dá 10.000 de metros cúbicos de água por habitante, é muita água, em verdade se uma família dessas que vivem lá nos rincões da caatinga, tiver acesso a 30 metros cúbicos de água por dia durante todo o ano, essa família não vai precisar de carro pipa, não vai precisar de bolsa família, não vai precisar de seguro safra, essa família vai ser simplesmente independente, não vai ser um estorvo para os governos, e isso é possível? é sim, é só simplesmente saber represar essa água durante todo o ano.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome