Esposa de João da Costa está entre investigados pelo MPPE

por Carlos Britto // 18 de dezembro de 2008 às 05:45

Marília Bezerra, futura primeira dama

A esposa do prefeito eleito João da Costa (PT) vem a ser ex-diretora Administrativa e Financeira da Secretaria de Educação do Recife, e está sob investigação do Ministério Público de Pernambuco (MPPE).

Marília Lucinda Santana de Siqueira Bezerra, junto a secretária Maria Luiza Aléssio, outros três funcionários e mais 14 construtoras, foram considerados responsáveis por fraudes no pagamento de obras inacabadas e fracionamento ilegal de despesas na Secretaria.

A futura primeira-dama do Recife, e os demais responsabilizados, podem ser condenados à perda da função pública, suspensão dos direitos políticos, pagamento de multa civil equivalente a cem vezes o valor da remuneração recebida.

No total, são 15 ações que promotores ingressaram contra irregularidades nas licitações para reforma de escolas municipais. O prejuízo ao município do Recife chega a mais de R$ 2 milhões, segundo informações do Ministério Público.

As irregularidades foram comprovadas em 239 notas de empenho emitidas com dispensa de licitação para reforma de 195 escolas, no valor total de R$ 2.010.921,14. As despesas foram feitas de forma fracionada, fazendo com que o valor de cada serviço ficasse abaixo do exigido para realização da licitação.

Outro problema levantado foi o pagamento de R$ 134 mil por serviços não realizados em 12 escolas e outros R$ 82 mil por serviços inacabados em sete escolas.

Maria Luiza Aléssio só se pronuncia após notificação do MPPE

Confira a lista de escolas envolvidas na ação do MPPE

Após escândalo na Educação, Maria Luiza Aléssio também cai

Fonte: Blog de Jamildo

Esposa de João da Costa está entre investigados pelo MPPE

  1. David nomero De Macedo disse:

    O JOão da Costa vai começar mau, com a mulher sendo investigada,ele que tinha sua candidatura com problemas,agora mais esse,pega mau.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.