Especialista da Codevasf estará amanhã em Petrolina para debater instalação de flutuantes

0

marcio adalberto - engenheiro codevasfApós o prefeito de Petrolina, Julio Lossio, solicitar do presidente da Companhia dos Vales do São Francisco e Parnaíba (Codevasf), Felipe Mendes, atuação do órgão para dar celeridade ao processo de instalação dos flutuantes no Lago de Sobradinho, norte da Bahia, Mendes enviará ao município o engenheiro e analista em Desenvolvimento Regional da Codevasf, Márcio Adalberto.

Com a presença de Marcio, está agendada para terça-feira (11) uma reunião na Câmara de Fruticultura, a qual debaterá assuntos referentes à implantação dos flutuantes.

Lossio também viabilizou uma reunião com membros da Agência Nacional de Águas (ANA). O encontro foi articulado pelo senador Humberto Costa e tem previsão para acontecer em Brasilia, também nesta terça. O secretário municipal de Ciência e Tecnologia, Newton Matsumoto, representará o gestor municipal na reunião.

Atraso 

Durante a última semana aconteceu em Petrolina uma reunião da Câmara de Fruticultura, na qual foi debatida o atraso na publicação do edital para instalação dos equipamentos. Durante o evento, Osnan Soares, representante da Codevasf em Petrolina, disse que o edital sofreu novas alterações.” Por este motivo devemos ter a publicação de ambos os editais em até uma semana, mas não temos um prazo certo“, disse.

Recursos

Os recursos para esta obra e outras ações voltadas ao abastecimento d’água em quatro estados nordestinos – Pernambuco, Alagoas, Sergipe e Bahia já foram garantidas desde 27 de junho, quando o Ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi, assinou um repasse da ordem de R$ 38,3 milhões para Codevasf. Desse montante, Pernambuco ficará com R$ 28,75 milhões, dos quais cerca de R$ 26 milhões serão destinados à instalação de flutuantes no lago. No entanto, de acordo com o delegado e representante do Sindicato Patronal Rural de Petrolina, Walter Rocha, seriam necessários R$ 39 milhões em investimentos só para o perímetro irrigado de Petrolina. (foto/reprodução)

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome