Espantalhos ‘vigiavam’ plantações com mais de 500 mil pés de maconha erradicados pela polícia no Sertão de PE

por Carlos Britto // 07 de junho de 2017 às 16:33

A Polícia Federal (PF) erradicou mais de 500 mil pés de maconha em áreas ribeirinhas nos municípios pernambucanos de Orocó, Cabrobó (ambos no Sertão do São Francisco) e Belém de São Francisco (Itaparica). A ação fez parte da Operação Baraúna II, que vem sendo executada pela Coordenação-Geral de Prevenção e Repressão a Entorpecentes, órgão central da PF em Brasília (DF), com o objetivo de reduzir a produção e oferta de maconha no Sertão Pernambucano.

Para despistar a polícia, os traficantes usaram bonecos espantalhos em meio às plantações, para que fossem confundidos com agricultores. Ao todo, foram 556 mil pés de maconha, 202 plantios e 69 mil mudas eliminadas, além de 621 quilos apreendidos, que já estavam prontos para o consumo. Caso a erva chegasse a ser preparada, renderia quase 185 toneladas da droga. Os números superam os das erradicações dos anos de 2015 e 2016. Ninguém foi preso.

A ação, que aconteceu entre os dias 24 de maio e 3 de junho, contou com cerca de 50 policiais – entre federais, civis do Distrito Federal e militares do Corpo de Bombeiros de Belém do São Francisco. Os policias trabalharam com incursões terrestres, aéreas e fluviais e contaram com o apoio de duas aeronaves, sendo uma da Coordenação de Aviação Operacional (CAOP) da Polícia Federal (DF) e uma da Polícia Civil do Distrito Federal (DF), além  de botes infláveis dos bombeiros. Os números da operação foram divulgados pela PF nesta quarta-feira (7). (fotos/divulgação)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *