Esgoto estourado em rua do Bairro Rio Corrente tira paciência de morador

0

Uma cena comum em vários bairros de Petrolina também vem tirando a paciência dos moradores da Rua 19, no Bairro Rio Corrente, Zona Oeste da cidade: o esgoto estourado no meio da rua já se incorporou à rotina da vizinhança, mas por lá ninguém aguenta mais essa situação.

É o que deixa bem claro o comunitário Rafael Torres, neste e-mail enviado ao Blog. Confiram seu desabafo:

esgotoesgoto (2)Apesar da cidade de Petrolina se gabar de ter quase 100% de sua área urbana com esgoto saneado, a qualidade deste serviço está longe do ideal. Na Rua 19 do Rio Corrente já virou rotina o convívio da população com a presença de esgoto escorrendo a céu aberto.

Durante o ano todo, pelo menos uma vez por semana, uma caixa de esgoto de uma das casas desta rua estoura. É isso mesmo, um problema crônico que já se arrasta há vários anos. O fato ocorre da seguinte forma: o esgoto estoura na caixa de uma casa, a Compesa manda seu o pessoal para desentupir, frequentemente, vários dias após o esgoto ter estourado, e, uma semana depois, o esgoto estoura na casa vizinha, ficando nesse troca-troca interminável de esgotos estourados entre as casas, que nunca tem fim.

Os moradores são obrigados a conviver com lodo podre nas portas de suas casas, juntando lixo, moscas, muriçoca e a vários outros vetores de doenças que se possa imaginar. Além disso, o mau cheiro é algo insuportável e muitas vezes vem pra dentro das casas. Essa é a Petrolina 100% saneada, belo número no papel, que na prática não passa de uma verdadeira propaganda enganosa.

Nesse contexto, eu pergunto à Compesa: o que vocês fazem com os 60 reais que eu pago somente com esgoto todo mês? E com o dinheiro dos outros moradores da rua? Eu gostaria que a Compesa tivesse a mesma eficiência de fazer cobranças e cortar o fornecimento da nossa água quando, atrasamos a conta, para resolver o problema do péssimo serviço de esgoto que nos oferece.

Rafael Torres/Comunitário

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome