Equipamentos doados pela Codevasf deverão modernizar produção de farinha no Norte da Bahia

1

Equipamentos Codevasf/Foto: Ascom CodevasfAgricultores familiares vinculados à Associação Comunitária dos Trabalhadores Rurais de Carnaíba, povoado a 14 km da sede do município de Campo Formoso, no Norte da Bahia, receberam da Codevasf cinco conjuntos de equipamentos e acessórios para trituração de mandioca, palma e ensilagem de forrageiras.

O objetivo da iniciativa é mecanizar os métodos de produção dos derivados de mandioca, buscando aperfeiçoar o volume de produção atual, tanto em quantidade quanto em qualidade, e reforçar a alimentação dos animais numa área fortemente castigada pela estiagem.

Os equipamentos irão beneficiar os cerca de 2 mil moradores da comunidade da bacia do Rio Itapicuru, onde mais 70% das famílias vivem do beneficiamento da mandioca.

A entrega do material foi feita pelo superintendente da 6ª Regional da Codevasf em Juazeiro, Emanoel Lima. “A estruturação de arranjos produtivos locais (APL’s) é uma das estratégias usadas para promover o desenvolvimento regional, envolvendo aspectos socioeconômicos, culturais e ambientais”, destacou.

A comunidade do povoado de Carnaíba se destaca pela intensa dedicação às atividades agropecuárias, entre elas a plantação de mandioca (para produção de farinha, tapioca e beiju), a criação de bovinos, o cultivo de feijão e milho, além da apicultura.

Modernização

Os equipamentos doados pela Codevasf promovem a modernização das técnicas de produção de farinha, ao substituir as rodas de moagem por trituradores mais modernos, diminuindo os riscos de acidentes. Foram investidos mais de R$ 38 mil, recursos oriundos de incentivos aos APL’s.

Já as máquinas ensiladeiras e forrageiras permitem a adequada trituração dos alimentos volumosos fornecidos na dieta dos pequenos e grandes animais, beneficiando os criadores de bovinos, caprinos e ovinos da comunidade. Os resultados esperados são melhoria de peso, conversão alimentar e maior receita bruta com a venda dos animais. As informações são da assessoria de comunicação da Codevasf.

1 COMENTÁRIO

  1. eu gostaria de saber como consegui uma foragira da CODEVASF para bosa comunidade eu sou Rogério Santos Gomes presidente da Associação com agropastoril,do povoado de Baixão campo formoso, /BA a nossa comunidade estar a 33 km de distancia da nos a cidade na Região da caatinga somos agricultores, e trabalhamos na lavora de sisal, criadores de bovinos ovinos e caprinos aves; temos projetos pela associação já Emplantados na comunidade de horticultura e de aves de corte, e estamos precisamos de uma foragira, contamos com vaso colaboraçao,

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome