6 COMENTÁRIOS

  1. Shou de horrores é o governo petista e sua incrível capacidade de roubar e mentir parao povo brasileiro. E da imprensa que inverte as situações, transformando bandidos em vítimas e cidadãos roubados em vilões. O MST, MTST, Black Bostas ameaçando de morte o cidadão e quebrando tudo não é shou de horrores, você acha bonito, Brito? Estranho sua postura.

  2. Nem tanto ao Céu, nem tanto à terra. Os manifestantes nacionalistas querem o impeachment de Dilma pelas roubalheiras do PT que começaram com Lula (Mensalão, depois Petrobrás, depois Youssef, BNDES com obras no exterior e mais médicos , que manda dinheiro para a Cuba Castrista).
    Essa charge mostra a visão deturpada que os petista procuram passar para a população.
    Particularmente sou contra intervenção armada, principalmente da CUT.
    Nossa luta é pelo Brasil, que hoje é governado por uma quadrilha comunista!
    A exemplo de Collor, que saiu por muito menos, queremos sim o impeachment desta quadrilha, mas só a justiça pode fazer isso por nós!!

  3. primeiro parabenizar o OLIVEIRA pela charge, uma bela sacada e um resumo da opera, quero dizer da manifestação do dia 16, o que se ver é um monte de pessoas que estão sendo usado como massa de manobra. então parabéns Oliveira. pena que a impressa de uma forma geral não pegou o espírito da coisa.

  4. Como diz o Leandro Karnal, a corrupção começa na casa de cada um, na educação doméstica e por último chega aos partidos e nos Governos. Quando vejo uma criação ilustrativa deste tipo e tantos comentários concordando, fica incontestável na minha ótica a desesperança de ver uma consciência crítica saudável e Pé no Chão por parte do nosso povo. Um verdadeiro projeto de desvirtuamento foi montado por esferas mais elevada da nossa imprensa, há anos em funcionamento, mantendo uma opinião pública equivocada para se perpetuar a submissão na filosofia de substituir um grupo político por outro igualmente corrupto. Assim fica difícil a formação de um grupo honroso que possa trabalhar em benefício do bem comum.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome