Encontro no Araripe promoverá curso de formação de plebiscito popular por Constituinte exclusiva

1

Plebiscito Arte_640x480Na noite desta sexta-feira (9) o salão do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Ouricuri (Sindisep), no Sertão do Araripe, será palco da abertura do curso regional de Formação de Formadores do Plebiscito Popular por uma Constituinte Exclusiva e Soberana do Sistema Político. O objetivo é reunir representantes sindicais, pastorais, organizações populares e entidades camponesas da região com vistas a capacitar multiplicadores para o trabalho de base junto à sociedade local.

Segundo a assessoria do encontro, a programação inicia-se com a apresentação do plebiscito e análise de conjuntura das forças políticas do Território. Na manhã do sábado (10), a etapa de estudo e planejamento será realizada na sede rural do Centro de Assessoria e Apoio aos trabalhadores e Instituições Não-Governamentais Alternativas (Caatinga), no sítio Lagoa do Urubu.

A perspectiva é que novos comitês da campanha sejam criados, para garantir uma ampla participação do Araripe na votação do plebiscito. Na Semana da Pátria deste ano (de 1º a 7 de setembro), a nação poderá opinar se é a favor de uma constituinte exclusiva e soberana que modifique o sistema político no país e fortaleça a democracia participativa.

 

 

1 COMENTÁRIO

  1. URGE a convocação de uma Assembleia Nacional Constituinte exclusiva, desde que, dela, não participe nenhum dos atuais parlamentares nem seus familiares, e ainda, que seus membros não sejam financiados por banqueiros, empreiteiras, latifundiários, muito menos por empresas que os Estados Unidos tenha forte influência etc., Só assim teremos uma constituição genuinamente brasileira, voltada para o Brasil e os brasileiros. Alguns pontos devem obrigatoriamente constar dela como: Financiamento público de campanha para tornar os políticos independentes do poder econômico, a criação de colônias agroindustriais para dar ocupação, aprendizado, e realmente recuperar alguns presidiários, a criação de prisão perpétua ou pena de morte para casos de latrocínio, estupro, tortura e outros crimes hediondos, incluindo-se aí, corrupção
    ;

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome