Empresas pretendem investir R$ 106,2 milhões em cinco municípios do Interior baiano

0
Foto: Ascom SDE/divulgação

Cinco municípios baianos serão beneficiados com investimentos de R$ 106,2 milhões e geração de 222 novos empregos diretos. Protocolos de intenções assinados com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), na quarta-feira (5), resultarão na implantação e ampliação de fábricas nos municípios de Feira de Santana, Luís Eduardo Magalhães, Simões Filho, Jacobina e Camaçari.

São investimentos excepcionais para o Estado. A Bahia tem tudo para ser o melhor e maior Estado da federação brasileira. Nós queremos realmente ter uma grande população e ter um índice elevado de empregos. Estamos cuidando do Interior. Todos esses protocolos que nós assinamos aqui são em cidades do Interior“, afirmou o vice-governador João Leão, secretário da pasta.

A Freeway Artefatos de Couro, que está há mais de 20 anos em Jacobina, vai investir R$ 15 milhões para ampliar sua produção, passando de 1 mil pares/dia para 4 mil pares/dia. Além disso, a unidade vai inaugurar uma nova linha de produção de cintos e carteiras com 450 peças/dia. Serão mantidos os 203 empregos existentes e serão geradas até 70 novas vagas. A empresa construiu um centro de treinamento na cidade, anexo à fábrica, para capacitação os funcionários.

A produção das novas mercadorias vão suprir o crescimento da demanda. Hoje, 60% da fabricação de calçados é feita na Bahia, nós queremos aumentar a produção de cintos e, com isso, melhorar o nosso negócio aqui e em todo Nordeste. A bota de coturno que produzimos em São Paulo, queremos produzir aqui na Bahia também“, explica Jânio Rodrigues, presidente da Freeway Artefatos de Couro.

Das seis empresas que assinaram protocolo, quatro serão ampliadas e modernizadas, somando R$ 100 milhões em investimentos. A Monsanto, do Grupo Bayer Brasil, vai investir R$ 80 milhões para modernizar sua unidade em Camaçari. O investimento vai garantir tecnologia e soluções digitais para produtores brasileiros.

Região Metropolitana

Na Região Metropolitana, a DL Indústria e Comércio de Compostos Plásticos vai investir R$ 3,2 milhões para implantação, em Simões Filho, de unidade industrial para fabricação de resinas termoplásticas recicladas, resina virgem e compostos plásticos e capacidade de produção de 3,6 mil toneladas/ano, onde serão gerados 80 empregos diretos. As obras, que começaram em 2020, têm a previsão de operação em 2021.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome