Empresário juazeirense se coloca como “autêntica terceira via” para disputa pela prefeitura e diz estar aberto a diálogo

0

O cenário político de Juazeiro (BA) pode ganhar uma autêntica terceira via para as eleições 2020. Trata-se do empresário Rafani Fonseca Souza, de 29 anos. Pelo menos é assim que ele vem trabalhando seu nome na cidade, apesar da oposição já ter apresentado vários pré-candidatos que pretendem disputar a prefeitura da maior cidade do norte baiano.

Rafani, como gosta de ser chamado, se diz convicto de que pode ser o representante capaz de mudar a atual realidade do município. “Minha história não permite sustentações para eventuais calúnias. Tenho uma vida de retidão, de transparência, de sinceridade, e acredito que esse seja um diferencial muito grande”, afirmou o pré-candidato, referindo-se ao projeto majoritário.

Perguntado como o eleitor juazeirense saberá diferenciar seu discurso de terceira via com o dos demais pré-candidatos oposicionistas, Rafani disse que não vai encontrar dificuldades. Segundo ele, os que se colocam como oposição ou estiveram ou estão ligados de alguma forma ao atual governo.

Mesmo assim, ele se diz disposto a dialogar com todos. “Na minha opinião, alguns pré-candidatos vêm como voo de galinhas. No decorrer do tempo a sociedade vai enxergar quem está preparado, tem conteúdo e fôlego para chegar até as urnas e quem está procurando apenas se inserir nesse meio. Mas minha esperança é que eles entendam o novo momento do nosso país, o novo momento que Juazeiro precisa vivenciar. Temos em Petrolina um prefeito jovem, bem avaliado. Em Salvador, do mesmo jeito. E acredito que eles (oposição) vão enxergar isso com o tempo e vão se chegar. Para negociar? não. Para que eles entendam que nosso projeto é um projeto de uma mudança genuína para Juazeiro”, ponderou.

Segundo Rafani, os antigos caciques políticos do município – os quais eram decisivos – agora podem pesar contra. “Existe hoje uma nova esperança para Juazeiro, que é essa terceira via”, afirmou.

Novidades

O pré-candidato, que ainda não definiu por qual legenda vai disputar a prefeitura, revelou ter cumprido uma agenda recente em Brasília (DF) a convite de quatro partidos. “Já estamos praticamente pré-definida uma base de seis, sete partidos que vêm juntamente conosco. São figuras importantíssimas que estão em ascensão no cenário político no Brasil. E logo mais, em janeiro, teremos novidades para mostrar tamanha força desse nosso projeto”, concluiu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome