Em visita à região nesta quinta, ginasta Daniele Hypólito terá encontro com atletas e paratletas do Vale

0
Foto: divulgação

Quem chega nesta quinta-feira (25) à região é a ginasta Daniele Hypólito. Ela vem para um encontro com atletas e paratletas do Vale do São Francisco, em especial os que integram a Associação Petrolinense de Atletismo (APA).

A visita da ginasta faz parte das comemorações do primeiro aniversário da Faculdade de Medicina Estácio em Juazeiro (BA).

O encontro da campeã mundial de ginástica artística e os integrantes da APA está marcado para 9h, na Orla de Petrolina. Daniele pretende conhecer um pouco da trajetória dos atletas que têm se destacado em competições nacionais e internacionais.

Vale ressaltar que a APA é uma associação que incentiva a prática esportiva, além de treinar 120 atletas e paratletas da região. Para o presidente da associação, Natan Barros, esse momento será de grande incentivo para os ‘pratas da casa’.

É um momento para ouvir e aprender com a experiência de uma das maiores atletas olímpicas de nosso país. Daniela foi a primeira atleta da ginástica a ganhar uma medalha no Mundial. Para nós, da APA, uma referência nacional e um exemplo a ser seguido”, ressaltou.

Visita

Daniele fará ainda duas palestras sobre sua trajetória no esporte, alta performance e foco em resultados: a primeira às 10h, para 350 alunos do 8º e 9º anos do Colégio Municipal Paulo VI, em Juazeiro; às 19h será a vez da atleta se apresentar no auditório da Faculdade Estácio, KM 13 da BR-407. Na ocasião 110 estudantes de medicina, além de colaboradores, imprensa e convidados de colégios e cursinhos estão sendo aguardados.

Daniele foi a primeira brasileira a conquistar uma medalha da ginástica artística brasileira em Mundial, quando levou a prata no solo, em 2001, na edição disputada na Bélgica. Ela ainda coleciona cinco participações em Olimpíadas, desde os jogos de Sydney (2000) até os do Rio (2016), além de pódios em Jogos Pan-Americanos. A atleta anunciou a aposentadoria olímpica após os Jogos do Rio. Mas aos 35 anos, idade bem acima do convencional da ginástica artística, ela treina de olho na Olimpíada de Tóquio no ano que vem.

Além de aluna de Marketing da Estácio, Daniele é atleta do time da instituição, do Pilar Esporte do programa de responsabilidade social ‘Educar para Transformar’.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome