Em três anos, número de ciclovias e ciclofaixas em Petrolina mais que dobrou

12
Foto: Jonas Santos

Desde 2017, a Prefeitura de Petrolina tem implantado um anel cicloviário na cidade, construindo novas ciclovias e interligando-as para facilitar e dar mais segurança para quem utiliza bicicleta como meio de transporte, de se exercitar ou mesmo de se divertir. Até 2016, o município tinha apenas duas ciclovias: uma na Avenida Monsenhor Ângelo Sampaio e outra em parte da Avenida da Integração Geraldo Coelho. Ambas totalizavam 6,7 quilômetros de pista.

De acordo com a prefeitura, até o primeiro semestre de 2020 esse número mais que dobrou. Foram implantados outros 15 quilômetros de pista para ciclistas na Avenida Cardoso de Sá, Estrada do Jatobá, Estrada das Pedrinhas, Clementino Coelho, Estrada das Bananas, Orla e ciclofaixa da Avenida da Integração. Atualmente, Petrolina contabiliza mais de 22 quilômetros de pista para quem trafega de bike.  

Mais três quilômetros de uma nova pista para ciclistas está sendo preparada pela administração, a qual está inclusa no projeto de duplicação da Avenida Mário Rodrigues. Esse novo trecho interliga a BR-407, na altura do posto Asa Branca até a Avenida Luiz de Souza, no Distrito Industrial (zona oeste da cidade).

12 COMENTÁRIOS

  1. Todas essas ciclofaixas se faz necessário sim , mas vale salientar que uma avenida onde precisa com urgência de uma ciclofaixa é a avenida sete de setembro pois todos os dias muitos trabalhadores que utilizam bicicleta pra trabalhar e até mesmo os demais cidadãos se arriscam dividindo espaço com veículos de grande porte , motocicleta e carros de passeio , seria de grande ajuda um olhar das autoridades pra essa demanda !

  2. Falar em rotatória, outro local que precisa de uma é no cruzamento da Av São Francisco com a Av da Polônia, na Feira da Areia Branca, que tem um sinal de 4 tempos, acho que é o “último da espécie”, uma eternidade pro sinal abrir.

  3. Dois pesos e duas medidas.
    Ou as empreiteiras umas superfaturam e outras não.
    Vejamos:
    – Uma rotatória custa 150 mil enquanto o postinho de saúde do terra do sul por exemplo custou 860 mil( diga se de passagem uma grande obra) estou me referindo a disparidade incrível de valores entre as duas obras.

    Mas se acham normal.
    Parabéns pra VCS.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome