Em Serra Talhada, Paulo Câmara autoriza obras de ampliação de aeródromo e pavimentação de rodovia

2

paulo-camara-em-serra-talhada

O governador Paulo Câmara assinou em Serra Talhada (PE), no último sábado (10), ordem de serviço de duas importantes obras estruturadoras para o município do Sertão do Pajeú. A primeira visa a requalificar o Aeródromo Santa Magalhães, localizado na área central. Já a segunda trata da implantação e pavimentação da PE-414, que ligará Serra Talhada ao distrito de Bernardo Vieira, segundo maior do município.

Com investimentos estaduais na ordem de R$ 6,3 e R$ 25,6 milhões cada, respectivamente, as intervenções vão beneficiar mais de 80 mil pessoas, entre população local e região.

Depois de concluído, o novo Aeródromo Santa Magalhães passará a atender o tráfego de aeronaves com até 33 toneladas, superando os 10 mil quilos suportados atualmente. Com isso, aviões mais pesados, como o ATR-72, com 27 toneladas e capacidade para transportar 68 passageiros, poderão utilizar o equipamento, que atualmente recebe apenas aeronaves de pequeno porte.

Para esta obra, o investimento total será de R$ 6,3 milhões, com prazo de conclusão de 90 dias. Além da readequação, a área de movimento também receberá novas pintura e sinalização horizontal. A última intervenção na pista aconteceu em 2003.

Rodovia

Câmara autorizou também as obras de implantação e pavimentação dos 27 quilômetros da rodovia PE-414, que ligará o município de Serra Talhada à comunidade de Bernardo Vieira, no entroncamento da BR-232. Com investimentos de R$ 25,6 milhões do Estado e prazo de conclusão de 24 meses, a nova rodovia vai levar mais segurança e comodidade à população. Além disso, reduzirá o tempo de deslocamento, elevando a qualidade de vida. As informações são do governo do estado. (foto: Aluísio Moreira/SEI-PE)

2 COMENTÁRIOS

  1. Eis a diferença! Aqui ele inaugurou uma simples quadra de escola. A obra custou apenas R$ 350.000. Petrolina tem 350.000 habitantes. Portanto R$ 1 de investimento para cada petrolinense. Isso em 2 anos de governo! Só podemos lamentar!

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome