Em resposta a Dilma, médicos de Pernambuco paralisam as atividades na terça-feira

24

médicos paralisaçãoApós o anúncio em rede nacional da presidente Dilma Rousseff (PT) de que iria trazer médicos estrangeiros para atuar no Brasil, o Sindicato dos Médicos de Pernambuco (Simepe) anunciou uma paralisação das atividades para esta terça-feira (25).

Poderão cruzar os braços todos os médicos que atuam em serviços eletivos (ambulatórios e Saúde da Família), que trabalham em unidades municipais, estaduais e federais. Os atendimentos em urgências e emergências, em hospitais e UPAs serão mantidos.

De acordo com o presidente do Simepe, Mário Jorge Lobo, o pronunciamento da presidente Dilma atropelou uma negociação que vinha sendo realizada entre as entidades nacionais e o Ministério da Saúde. Desde que o governo federal anunciou que traria médicos estrangeiros para atuar no Brasil sem a exigência do Revalida, um exame que testa os conhecimentos dos profissionais e lhe concede o direito de atuar no País, foi criado um grupo de trabalho para discutir o assunto.

O grupo é formado por representantes do Ministério da Saúde, do Conselho Federal de Medicina (CFM), da Federação Nacional dos Médicos (CFM) e da Associação Médica Brasileira (AMB).

“As entidades médicas não são contra a vinda de médicos formados no exterior, desde que realize a prova de revalidação de diploma desses profissionais. O médico brasileiro que quiser trabalhar em outro país deve ser aprovado em rigorosos exames”, explicou Mário Jorge.

Segundo ele, essa não é uma solução estrutural para um dos problemas que mais afligem o brasileiro, que é a qualidade do atendimento público de saúde. “O problema não é o número de médicos e, sim a falta de políticas públicas para fixar esse profissional em pequenas cidades”, afirmou. As informações são da assessoria de comunicação do Simepe.

24 COMENTÁRIOS

  1. As políticas públicas para o médico trabalhar na zona rural e pequenas cidades será que é isso: $ vezes $ mais $ acrescentando mais isso $?
    Só para lembrar a Máxima Cristã: Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a ti mesmo!

  2. O interessante é que esses médicos não querem se deslocar dos grandes centros para os interiores, deixando grande parte da população dessas áreas sem atendimento. Eles dizem que não tem estrutura pra trabalhar nas pequenas cidades, mas será que é só isso? ou será que é o salário que não satisfaz o nível de vida que eles queriam ao entrarem na faculdade, pois entraram preferencialmente pra ganhar muito dinheiro e não pra exercer a principal função da medicina que é de cuidar das pessoas independente se elas morem nos grandes centros ou nas mais distantes localidades.

    • Eles querem é permanecer nos grandes centros, nas badaladas noitadas e não estão nem ahi. Que venham médicos do mundo todo se possív el quer para desbancar esses mascarados. Hospital de Araripina dia 24/6 não tinha medico. Ouricuri hoje de manhã, conforme me informou um paciente, não tinha medico, e é porque lá tem uns 6o médicos contratados. Que venga los cubanos.

  3. Espero que os médicos cheguem logo, não quero saber se virão de Cuba, da Inglaterra ou de Portugal. O interior e as periferias urbanas do Brasil precisam muito. Quem sabe assim não rompemos o corporativismo dos médicos e criamos novos cursos de medicina?

    • Não sou médico, para iniciar com meu ponto de vista. Mas o que adianta trazer médicos e não lhes oferecer estrutura para desempenho da atividade; o que adianta construir hospitais se não os abastecem com equipamentos e materiais para a atividade dos profissionais da Medicina? Quem de nós ainda não passou ou soube de alguém que foi atendido num postinho de saúde e não sofreu com a falta de material para se fazer um curativo? Se esses médicos estrangeiros vierem, o Governo capacitará o corpo de enfermeiras com curso de língua estrangeira? Como vai ser sua conversa com o paciente? Dilma, pelo amor de Deus, assim como a educação e a segurança, a saúde precisa de estrutura para poder funcionar e os servidores serem valorizados! Vamos aproveitar os movimentos sociais e essa idéia de importar proffissionais, para poder reivindicar a importação de políticos honestos, capacitados, comprometidos e de baixo custo para os cofres do país!

      • Que venham médicos para dizer aos menos o que doença tem o paciente, que der uma consulta de graça para comprar um remédio. Pra vc comprar é preciso consulta ahi vc paga pra tê-la. Não importa se t4emcama, não estão deitando nochão? Que venham, de cuba afaganistão, russia e onde mais tiver. Que venham médicos. Diga o que tenho e eu vou me virar.

  4. Será que ninguém pensa na possibilidade da troca de experiências? Uma vez que nem todo profissional da medicina tem condições de ir ao exterior fazer cursos.
    Srs. médicos-mercadológicos, sejam menos arrogantes!

  5. Protesto corporativista. Se não querem vir para o interior, que deixem quem quer vir. E não venha me falar de estrutura, pois Petrolina e Juazeiro possuem estrutura excelente e sofrem com a falta de médico.

  6. Estão com medo de perder poder. Médicos sempre gostam de ficar em grandes cidades, passando do hospital publico para a clinica privada. Se tiver so SUS eles não querem!

  7. Essa casta gosta de privilégios. Quando falam em diminuir logo se assanham. Aqui em Petrolina se acham semi deuses. Petrolina é um centro desejado para os que querem enriquecer, presta-se um serviço de péssima qualidade a um preço muitas vezes fora da realidade. Que venham vários e de muitos países. Esperamos e precisamos.

  8. Se chega ao nosso país para trabalhar, engenheiros, economistas, administradores, jogadores de futebol…Por que não pode vir médicos? Isso cheiro a corporativismo de classe.

  9. Corporativismo puro. A verdade nua e crua é que os médicos brasileiros não querem ir para as pequenas cidades, ou para as periferias, nem mesmo quando são oferecido excelentes salários. Em geral, são profissionais que se corromperam moralmente buscando somente maiores ganhos financeiros, perdendo – se um dia tiveram – o respeito pela prática humanitária da medicina.

  10. O que preocupa esses carniceiros da saúde pública, com a chegada de médicos estrangeiros é a considerável margem de redução dos valores extorsivos cobrados por eles em seus atendimentos ao povo.
    Fingem estar preocupados com o povo quando na verdade só enxergam na enfermidade alheia a possibilidade de enriquecimento. Abutres, é o que são!
    E chegada a hora de acabar com a MEDICINA PRIVADA,esta prática necrófila que despreza vidas em função do acúmulo de moedas. Precisamos, urgentemente, estatizar a profissão de médicos.
    Pagamos bem aos magistrados, aos parlamentares, podemos pagar bem aos médicos para que cuide unicamente da saúde de nosso povo.
    FIM DA MEDICINA PRIVADA! ESTATIZAÇÃO DA MEDICINA JÁ!

  11. O GRANDE PROBLEMA É QUE TODO MÉDICO QUE SE FORMA QUER TRABALHAR EM DEZ LUGARES AO MESMO TEMPO PRA PODER COMPRAR UM CARRO NO PRIMEIRO MÊS, UMA CASA NO SEGUNDO E FAZER A FORTUNA A PARTIR DO TERCEIRO. MÉDICO NÃO É DIFERENTE DE OUTRO PROFISSIONAL, TEM QUE TRABALHAR DIREITO, NUM LUGAR CERTO, TEM QUE CONHECER OS PACIENTES POR NOME E O CASO DE CADA UM DIREITINHO. ESSE SERIA UM PRIMEIRO GRANDE PASSO.

    VEJAMOS A DINÂMICA DA COISA. OS MÉDICOS QUE SERÃO NOMEADOS SERVIDORES DO MUNICÍPIO, TAMBÉM SERÃO NOMEADOS SERVIDORES DOS MUNICÍPIOS VIZINHOS E TAMBÉM E SERÃO NOMEADOS MÉDICOS DO SAMU, E TERÃO SEUS PRÓPRIOS CONSULTÓRIOS TAMBÉM, ALÉM DE SEREM MÉDICOS SERVIDORES DO ESTADO, ALÉM DE SEREM PROFESSORES DA UNIVASF, ALÉM DE TIRAREM PLANTÃO TODOS OS DIAS NO TRAUMAS, NO DOM MALAN E NO REGIONAL.

    AGORA ME RESPONDAM, COMO 1 (UM) SER HUMANO CONSEGUE ESTAR EM 10 (DEZ) LUGARES AO MESMO TEMPO?

    A) ELE FARÁ UM CLONE DELE PARA CADA HOSPITAL;

    B) ELE PROJETARÁ UM OLOGRAMA PARA CADA HOSPITAL;

    C) OS IRMÃOS GÊMEOS IRÃO ESTAR EM ALGUNS DOS HOSPITAIS E ELE EM OUTROS;

    D) ELE USARÁ UM DEDO DE SILICONE PARA BATER O PONTO EM CADA HOSPITAL, MAS NA VERDADE ESTARÁ NO CONSULTÓRIO DELE;

    E) ELE ESTARÁ EM APENAS UM DOS HOSPITAIS, DORMINDO NO PLANTÃO, ENQUANTO O SALÁRIO DE TODOS OS OUTROS HOSPITAIS CAEM NA CONTA DELE.

    GABARITO: LETRA (E).]
    COMENTÁRIOS:

    (A) É FALSO PORQUE ELE NÃO TERIA CAPACIDADE PRA FAZER UM CLONE, ALÉM DE SER MUITO CARO E ELE SÓ VISA O LUCRO, E NÃO DESPESAS.

    (B) É FALSO PELA MESMA JUSTIFICATIVA DA LETRA (A)

    (C) É FALSO PORQUE SERIA IMPOSSÍVEL TER TANTOS IRMÃOS GÊMEOS.

    (D) É FALSO PORQUE NO NOSSO NORDESTE ESSE POVO NÃO ASSINA NEM LIVRO, ATA DE PRESENÇA, QUANTO MAIS PONTO ELETRÔNICO, ISSO SERIA UMA COISA PARA O ANO 3000.

    (E) É VERDADEIRO, ACERTOU QUEM RESPONDEU A LETRA (E), É COMO É EXERCIDA A TÃO “IMPORTANTE” PROFISSÃO MÉDICA NO NOSSO PAÍS, AQUELES QUE SE FORMAM NO CURSO DE MEDICINA DEVERIAM NÃO SER BACHARÉIS EM MEDICINA, COMO ELES QUEREM AGORA. DEVIAM SER BACHARÉIS EM EMPRESARIADO DA SAÚDE OU “MERCERIODICINA”. É UMA INDÚSTRIA, UM COMÉRCIO EM QUE TODO MUNDO FAZ DE CONTA QUE TRABALHA E TODO MUNDO ENRICA. É MELHOR DO QUE SER POLÍTICO, PELO MENOS NÃO PRECISA IR PRA BRASÍLIA, NÃO TEM PONTO NO LIVRO, NÃO TEM PONTO ELETRÔNICO, NÃO MINISTÉRIO PÚBLICO PRA FISCALIZAR O ENRIQUECIMENTO ILÍCITO DOS MÉDICOS, QUE VIA DE REGRA GANHAM MAIS DO QUE É PERMITIDO POR LEI, EXISTE UM TETO SALARIAL PREVISTO NA CONSTITUIÇÃO, MAS A MAIORIA DESSES PROFISSIONAIS GANHA MAIS QUE ESSE TETO. QUEM É PREJUDICADO? A POPULAÇÃO, É PREJUDICADA DUAS VEZES, UMA É DIRETAMENTE POR NÃO TER A DEVIDA ATENÇÃO DO PROFISSIONAL QUE TEM QUE ENTRAR CORRENDO NO HOSPITAL, NÃO OLHA PRA NINGUÉM PASSA DIPIRONA E VAI EMBORA, OUTRA INDIRETAMENTE, COM O AUMENTO DA INFLAÇÃO E ROMBO NOS COFRES PÚBLICOS POR ESTAR O ESTADO PAGANDO UM PROFISSIONAL QUE NÃO ESTÁ NO SEU LOCAL DE TRABALHO, ISSO TAMBÉM É CHAMADO DE ENRIQUECIMENTO ILÍCITO E ACUMULO ILEGAL DE CARGOS PÚBLICOS POR PARTE DOS MÉDICOS. OS QUAIS SÓ PODERIAM TRABALHAR EM DOIS ÓRGÃOS PÚBLICOS E DESDE QUE NÃO HOUVESSE CHOQUE DE HORÁRIOS. ISSO NUNCA ACONTECEU.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome