Em prisão domiciliar, Roberto Jefferson é lançado pelo PTB como candidato à presidência

por Carlos Britto // 01 de agosto de 2022 às 16:35

Foto: Reprodução

O PTB fez nesta segunda-feira (1º), em Brasília, a convenção nacional do partido e lançou o ex-deputado Roberto Jefferson como candidato a presidente da República nas eleições deste ano.

A convenção foi feita um hotel na cidade, e Roberto Jefferson não compareceu porque cumpre prisão domiciliar desde janeiro deste ano. O candidato a presidente enviou um vídeo ao evento.

Ex-apoiador de Lula (PT) e condenado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no julgamento do ‘mensalão’, Roberto Jefferson se diz “fã” das ideias do presidente Jair Bolsonaro (PL) e foi preso no ano passado no inquérito que apura a atuação de uma milícia digital contra a democracia.

O presidente da Fundação Ivete Vargas (FIV), vinculada ao PTB, Honésio Ferreira, afirmou que caberá aos aliados de Jefferson fazer a campanha presidencial. Segundo ele, a candidatura será um meio de chamar a atenção para a prisão de Jefferson e tentar pressionar pela liberdade dele. (Fonte: g1)

Em prisão domiciliar, Roberto Jefferson é lançado pelo PTB como candidato à presidência

  1. Irineu disse:

    Outro presidiário querendo ser presidente é isso mesmo? Kkkkk

  2. Paulo disse:

    Só no Brasil mesmo que um ex-presidiário é um presidiário pode candidatar a presidente pata onde vai um país desse

  3. PENSADOR disse:

    O Brasil deve duas coisas importantíssimas a esse HOMEM. 1º – Denunciou o mensalão. Pagou caro por isso, pois no Brasil o assassino é solto e defunto vai preso. 2º – Não deixou o Alcolumbre e Rodrigo Maia serem reeleitos. E mais, está pagando caro com a sua resistência aos donos da verdade, que mentem para o povo falando numa tal de democracia, só que, é uma democracia sem liberdade de opinião.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.