Em Petrolina, Miguel monitora bairros e mobiliza equipes para ações de contenção

por Carlos Britto // 26 de dezembro de 2021 às 15:07

Foto: Jonas Santos/PMP

Por conta das fortes chuvas do final de semana em Petrolina, o prefeito Miguel Coelho mobilizou, no dia de ontem (25), equipes de diversas secretarias para monitoramento e serviços, como havia divulgado em suas redes sociais. Mais de 100 trabalhadores estão articulados em prontidão ou em operação nas ruas para limpeza, manutenção, apoio social, ordenamento, fiscalização entre outras atividades na área urbana e na zona rural.

Miguel fez questão de visitar pontos da cidade mais afetados pelas chuvas. O volume das águas pluviais superou a média de todo o mês de dezembro, chegando a registrar mais de 70 mm em alguns bairros. Comunidades como São Gonçalo, Henrique Leite, Dom Avelar – entre outros locais – foram as mais afetadas e terão prioridade na operação de apoio e manutenção.

As equipes de prontidão da prefeitura, segundo Miguel, permanecerão em alerta durante o domingo para atendimento da população. “Desde o início das chuvas, a prefeitura está mobilizada. O volume foi muito grande e, infelizmente, além de alagamentos, tivemos problemas estruturais em algumas comunidades que estão recebendo todo o apoio social. Estamos em alerta 24 horas ao longo do final de semana e também trabalhando sem parar para diminuir os efeitos provocados na cidade”, relatou o prefeito.

A Defesa Civil de Petrolina pode ser acionada pela população através do telefone 153. Os moradores podem ainda notificar ocorrências pelo WhatsApp no número (87) 9 8106-7310. Para acionar as equipes de manutenção da iluminação pública, o telefone é 0800 608 1022.

Em Petrolina, Miguel monitora bairros e mobiliza equipes para ações de contenção

  1. Tá um caos a rua 31 loteamento Geovana

  2. As previsões, previnir chuva até março, de 2022: Então prefeito ninguém é vidente! mas poderia ter resolvido, o problema antes. Só acordou agora porquê a situação, agravou.
    Com aumento das chuvas na região.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *