Em Pernambuco, utilizar álcool é mais vantajoso que gasolina em carros flex

por Carlos Britto // 03 de fevereiro de 2009 às 14:00

Consumidores de 20 estados brasileiros têm mais vantagem em usar álcool que gasolina em carros com motores do tipo flex, ou seja, que funcionam com os dois tipos de combustível. O estudo foi feito com base no levantamento de preços da Agência Nacional do Petróleo (ANP) para a última semana de janeiro. Pernambuco aparece na lista, ao lado de estados como São Paulo, Paraná e Goiás. Cálculos de especialistas do setor mostram que é melhor utilizar o álcool quando o seu preço é menor que 70% do preço da gasolina, levando em conta o consumo de cada combustível. Mato Grosso é o estado onde a diferença entre os dois combustíveis é maior. Lá, o preço do etanol equivale a 54,1% do preço da gasolina.

Em Pernambuco, utilizar álcool é mais vantajoso que gasolina em carros flex

  1. J. Paulo disse:

    INEXPLICAVELMENTE EM PETROLINA, APESAR DE TER EM JUAZEIRO A AGROVALE, NÃO TEMOS ESSA VANTAGEM, POIS O PREÇO DO ALCOOL REPRESENTA NOS POSTOS DE PETROLINA MAIS DE 70% DO PREÇO.

  2. Atento disse:

    É bom lembrar, Carlos Britto, para q a informação seja mais completa, que não é em todo o Estado de PE que é mais vantajoso usar álcool em vez de gasolina. Petrolina, por exemplo, tem posto que não vale a pena… é necessário pesquisar e fazer a continha básica, se o preço do álcool for inferior ao da gasolina em 30% ou +, tome álcool, o carro flex. Deixo a sugestão ao blogueiro, faça uma pesquisa de preço (e também de qualidae, se posível) dos combustíveis e divulgue se vale a pena álcool ou gasolina nos flex.

  3. Watergate disse:

    com os carteis de petrolina isso ai vira piada

  4. Opara disse:

    Faço opção pelo álcool pelo fato de ser menos poluente, pois a diferença em valores é quase imperceptível.

  5. Bartolomeu Barros disse:

    Como são as coisas, ainda se espera que jornalismo tenha isenção e imparcialidade. É inevitável nos posicionarmos sem nossas opções no mundo. Enfim, por trás de um post tão ínfimo percebo um desenho bem alinhado por proteção e cuidado num tema inflamável em nossa cidade. Não é mesmo? Deveria não ter mencionado tal assunto, ou de outra forma, comentado com mais clareza.

    O blog tem sido muito revelador.
    Parabens!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.