Em nota, 72º BIMtz esclarece questionamento de leitor do Blog sobre dar suporte à GCM de Petrolina durante pandemia

3
Foto: 72º BIMtz/divulgação

Sobre a nota veiculada na última quarta-feira (22) por este Blog, o comando do 72º Batalhão de Infantaria Motorizado (72º BIMtz), braço do Exército Brasileiro na região, esclareceu o questionamento de um leitor, o qual observou que a instituição poderia dar um suporte à Guarda Civil Municipal (GCM) nas ruas de Petrolina, em relação à prevenção ao novo coronavírus (Covid-19). De acordo com o comando, os homens do Exército só podem ser acionados sob determinação do presidente da República. De qualquer maneira, o Exército tem feito sua parte, segundo o comando, dando apoio a diversos órgãos na cidade e realizado a desinfecção de vários locais.

Confiram a nota na íntegra:

Em resposta à reportagem veiculada no dia 22 de abril, às 17h40, informamos que o emprego do 72º Batalhão de Infantaria Motorizado, como Organização Militar das Forças Armadas, só pode ser empregado sob determinação do Presidente da República, na defesa da Pátria, na garantia dos poderes constitucionais e, por iniciativa de qualquer destes, da lei e da ordem, conforme previsto no Art.15 da Lei Complementar nº 97/99, e no Art.142 da Constituição Federal de 1988. Logo, a atuação questionada pelo leitor deve ser precedida de embasamento jurídico e legal prévio.

Informo ainda que o 72º Batalhão de Infantaria Motorizado se encontra em condições de prestar apoio logístico aos diversos órgãos, bem como a desinfecção de áreas e estruturas, como o realizado junto à Rodoviária de Petrolina, Aeroporto de Petrolina e 213ª Delegacia de Polícia Civil, e a contribuição na campanha de doação de sangue tendo em vista os baixos estoques.

Por fim, nos encontramos à disposição para dirimir futuros questionamentos e dúvidas, bem como contribuir da melhor maneira possível com os esforços realizados pelos diversos órgãos.

72º Batalhão de Infantaria Motorizado

3 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome