Em Juazeiro, representantes do governo federal detalham sobre internet grátis para estudantes

por Carlos Britto // 20 de outubro de 2022 às 13:31

Foto: Marcel Cordeiro/Ascom PMJ/Seduc

O município de Juazeiro (BA) recebeu, na terça-feira (18), a visita do gerente do Programa ‘Internet Brasil’, do Ministério das Comunicações, Hugo Monteiro e, da representante da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) e Ministério da Educação (MEC), Bianca Andrade. A vinda teve como objetivo esclarecer sobre a ação que que fornece chip com internet grátis para estudantes.

Acompanhados da assessora técnica da Secretaria de Educação e Juventude (Seduc), Isabel Cristina Rosa, eles participaram de uma visita à Escola Dom Avelar Brandão, no João Paulo II, primeira unidade de ensino da cidade onde o programa será desenvolvido em formato piloto, disponibilizando chips para os alunos do 4° ao 9°.

O programa é muito importante para os alunos complementarem seus estudos durante sua permanência fora do espaço físico da escola, dispondo de políticas públicas ofertadas através do acesso à internet de forma integral, tornando a informação disponível e acessível no auxílio da aprendizagem. O programa é exclusivo para estudantes que pertencem a famílias inscritas e atualizadas no CadÚnico, sendo exigido o número do NIS para efetivação da solicitação do benefício, assim, a gestora da escola estará habilitada para receber esses dados e realizar a solicitação do chip que beneficiará o aluno“, explicou Hugo.

A assessora técnica da Seduc salientou a finalidade pedagógica do programa Internet Brasil: “Essa é mais uma iniciativa garantida pela Prefeitura de Juazeiro que assegura cada vez mais a democratização do acesso à internet com finalidades pedagógicas, que oferecerá aos estudantes da rede municipal de ensino, uma conectividade segura e acessível em todos os espaços de aprendizagem”.

Chips

A previsão é que a distribuição dos chips e implantação do programa aconteçam no início de novembro. Os chips não terão serviço de telefonia móvel, contando somente com a oferta de internet através recargas mensais de responsabilidade do Ministério das Comunicações e monitoramento realizado pela Embratel, contando com bloqueio de acesso em sites considerados não seguros, ou que não sejam educativos.

Em Juazeiro, 54 escolas da rede municipal de ensino já foram contempladas com iniciativas de valorização à inclusão digital enquanto ferramenta pedagógica, através do Programa de Inovação Educação Conectada (PIEC), garantindo o fornecimento de internet de alta velocidade via wi-fi, e viabilizando o uso pedagógico de tecnologias digitais na Educação Básica. O Internet Brasil será implantado para expandir ainda mais os recursos de ampliação de acesso à internet e a inclusão de artifícios educacionais digitais para os alunos da educação municipal.

Além de Juazeiro, outras quatro cidades nordestinas, que integram o Programa Nordeste Conectado irão dividir, conforme percentual de número de habitantes, 10 mil chips recarregáveis.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.