Em Juazeiro, aulas remotas da rede municipal são retomadas após recesso junino

por Carlos Britto // 06 de julho de 2021 às 13:15

Foto: Ascom PMJ/Seduc/divulgação

Os estudantes da Rede Municipal de Juazeiro (BA) voltaram ontem (5) às aulas remotas. Além disso, os atendimentos presenciais ou remotos nas escolas também foram retomados, assim como as ações da Secretaria de Educação e Juventude (Seduc) que integram o planejamento dos trabalhos pedagógicos para a continuidade do ano letivo de 2021.

Tudo aquilo que realizamos presencialmente, nossos profissionais têm se empenhado para oferecer remotamente. A gestão municipal vem, desde o início do ano, com a proposta de ter uma aprendizagem efetiva, que possibilite não apenas que os nossos profissionais tenham condição de fazer isso, mas também dos alunos terem acesso, para que possam desenvolver sua aprendizagem. Desejamos boas-vindas a cada um nesse retorno pós-recesso junino“, destaca a secretária de Educação, Normeide Almeida.

Com o lema ‘A Rede de todos nós e a escola de cada um’, a Seduc deu início nesta segunda-feira ao encontro com coordenadores da Rede Municipal de Ensino. A ação é contínua e faz parte das ações da prefeitura para debater o aprendizado nas escolas e ouvir as propostas dos coordenadores.

Na ocasião, grupos de coordenadores pedagógicos divididos em três turmas, seguindo os protocolos sanitários de segurança contra a Covid-19, participaram de dinâmicas e apresentaram planos de trabalho acerca das atividades desenvolvidas nas escolas durante o ensino remoto. A programação também contou com a entrega de brindes para os profissionais.

As atividades continuam nesta terça (6) e prosseguem até a sexta (9). O objetivo é atender os 120 coordenadores pedagógicos da rede municipal, no auditório da Seduc.

Lema

O lema criado e adotado pela Seduc remete ao acolhimento aos profissionais da educação e ao apoio às escolas, a partir de suas particularidades. Eliana de Souza é coordenadora pedagógica da Escola Municipal Anália Barbosa de Souza, localizada no bairro Antônio Guilhermino. Ela destacou que o encontro foi acolhedor e esclarecedor. “Me senti muito bem acolhida, foi muito bom. Com poucos coordenadores, mas um momento riquíssimo, que estávamos precisando“, pontuou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *