Em clima de otimismo, chapa Odacy Amorim-Vinicius de Santana é homologada em Petrolina

3
Foto: Ascom/divulgação

Esbanjando empolgação, Odacy Amorim teve sua candidatura a prefeito de Petrolina homologada na noite desta quarta-feira (16) pelo Partido dos Trabalhadores (PT), na convenção municipal realizada no Bairro Terras do Sul, zona norte da cidade. O comunicador Vinicius de Santana (PCdoB) será o vice do candidato petista nas eleições deste ano. Devido às recomendações sanitárias por conta do novo coronavírus (Covid-19), o evento foi restrito e transmitido pelas redes sociais.

A convenção abriu espaço para os 28 candidatos a vereador e ainda contou com a presença da deputada estadual Dulci Amorim, líder do partido na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe). Também participaram, de forma virtual, o deputado federal Gonzaga Patriota (PSB), o estadual Doriel Barros (PT) e o ex-ministro da Educação Fernando Haddad (PT).

Numa rápida avaliação, Odacy afirmou que o projeto majoritário da coligação “nasce de uma junção de forças da sociedade” com o objetivo de voltar a cuidar novamente das pessoas, como foi em sua gestão à frente da Prefeitura de Petrolina (em 2007/08). “É um projeto que cuida e empreende. Vai garantir que os cidadãos dos bairros não terão tratamento de segunda classe, nem os cidadãos da área irrigada, ribeirinha e do sequeiro. É um projeto comprometido com cada região de Petrolina”, afirmou.

Para Vinicius de Santana, que inicialmente tinha previsão do seu partido de disputar a prefeitura, a coligação ‘Petrolina com o Povo Pra Fazer Melhor’ tem uma grande responsabilidade porque é a que mais agrega as legendas ditas populares, e consequentemente as que têm maior compromisso junto à população. Dizendo-se preparado para o desafio, ele acredita que sua chapa receberá o crédito dos petrolinenses para realizar o que a cidade sonha. “Mudar para melhor, mudar para que as pessoas tenham mais oportunidade, ter o cuidado que precisamos ter com nossas crianças, com nossos jovens, mais oportunidades de emprego para nossa gente. Enfim, fazer exatamente o diferente”, ponderou. Além do PT e do PCdoB, também formam a coligação o PTC e PMN.

Foto: Ascom/divulgação

3 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome