Em ato de posse, Miguel prega fortalecimento do PSB de Petrolina e evitar falar em eleições

0

posse Miguel PSBCom discursos evocando os ex-governadores de Pernambuco Miguel Arraes de Alencar e Eduardo Campos, principais lideranças do PSB, o deputado estadual Miguel Coelho tomou posse na noite da última sexta-feira (14) como novo presidente da comissão provisória do partido em Petrolina.

A cerimônia, ocorrida na Câmara de Vereadores, foi prestigiada por dez dos 19 vereadores da Casa e diversas lideranças comunitárias, e atraiu para a cidade prefeitos, ex-prefeitos e lideranças políticas de mais de dez municípios do Sertão do São Francisco. Correligionários e familiares de Miguel, a exemplo do senador Fernando Bezerra Coelho e do deputado federal Fernando Filho, também prestigiaram o ato político.

Apesar do tom conciliatório, as palavras de ordem dos socialistas foram uma só: fortalecer o PSB para os desafios do futuro. Em Petrolina, a principal missão do novo presidente é manter a coesão do partido, que sofreu novo abalo após a insatisfação trazida a público pelo deputado federal Gonzaga Patriota e Lucas Ramos, os quais condenaram a maneira como se deu a escolha de Miguel.

Gonzaga, que presidiu o PSB local por mais de 20 anos, sentiu-se desprestigiado, chegando a lançar recentemente sua pré-candidatura a prefeito de Petrolina. Já Lucas (filho do conselheiro do TCE, Ranilson Ramos), tratou a indicação do filho de FBC como um “projeto familiar”.

Alexandre Justino baixa1Representando o presidente estadual da legenda, o secretário-geral Adilson Gomes contemporizou. Primeiro, fez questão de agradecer o trabalho de Gonzaga à frente da legenda. Em seguida lembrou-se de Arraes, que a partir de 1962 passou a priorizar os mais excluídos a partir da criação do PSB, fruto da cisão com a antiga União Democrática Nacional (UDN). Segundo Gomes, essa responsabilidade, que também era do neto dele, Eduardo Campos – deverá ser conduzida por Miguel em Petrolina, uma vez que a meta de fortalecer o partido na cidade passa por abrir espaços aos movimentos sociais e sindicais, à defesa do direito das mulheres, negros, índios e de minorias como o LGBT. O assessor especial da Casa Civil, coronel Antonio Carlos Tavares Lira, representou o governador Paulo Câmara na solenidade.

União

Em seu discurso de posse, Miguel minimizou as divergências internas do partido em nível local. Ele deixou claro que em nenhum momento deu qualquer tipo de declaração de que iria alimentar o acirramento dentro do partido, mesmo com as opiniões distintas de suas lideranças. “A única palavra que saiu da minha boca, e vai continuar saindo, é a união, e a união do PSB de Petrolina vai prevalecer”, assegurou.

posse miguelCom a missão de aumentar o leque dos 1.400 filiados ao partido na cidade, Miguel disse que a mensagem do partido, em prol das melhorias e do desenvolvimento da cidade, será compreendida pelos petrolinenses, quando estes forem chamados para o debate. Ele também ressaltou que ninguém no PSB está discutindo, neste momento, candidaturas. “A eleição está longe. Ninguém está falando se o candidato vai ser Chico ou Francisco. Estamos falando é em fortalecer o PSB com a participação do povo”, disse o socialista, acrescentando que no momento certo o processo eleitoral será discutido. Ele também citou Eduardo, ao comentar que em ano impar não se trata de eleição, mas de trabalho. “No ano que vem, aí sim entraremos de cabeça na campanha porque nós vamos ganhar, através do programa que iremos oferecer a Petrolina”, pontuou.

A nova comissão provisória do PSB formada é a seguinte:

Presidente – Miguel Coelho;

Vice-presidente – Gonzaga Patriota;

Secretária – Silvana Silva;

Tesoureiro – Carlos Ferreira;

Membro – Ronaldo Rosendo.

Coordenadores de núcleos

Francisco Santos Neto (Juventude Socialista); Edilson Ribeiro (Movimento Sindical); Professora Francis Teonília (Raça e Etnia); Maria Elena (Mulher); Joseval de Farias (Pessoas com Deficiência); Marcelo Soares (LGBT); e Darcílio Almeida (Movimentos Populares). A solenidade também serviu para filiar novos integrantes ao partido. (fotos Miguel Coelho: Alexandre Justino/André Santos/divulgação)

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome