Artigo do leitor: Professora e jornalista faz análise sobre conjuntura política de Petrolina

26

10511465_471620836314824_5461297836934130209_o

A instabilidade politica em Petrolina tem criado fatos inusitados e, por vezes, surpreendente. A professora e jornalista Vera Medeiros conta um pouco dessa historia através de 3 personagens: Osvado Coelho (DEM), Julio Lossio (PMDB) e Guilherme Coelho (PSDB) que, recentemente, tiveram seus laços políticos abalados pela candidatura de Guilherme a deputado federal e o declarado apoio de Osvaldo a Fernando Bezerra Coelho. Confiram:

“Luiz, respeita Januário!”

 Nos últimos dias, quando o chamado “dinamismo político” volta a dar sinais de sua robustez em Petrolina – com diversas pedras removidas de canto a canto-, uma figura posta no centro da polêmica chamou, inevitavelmente, a atenção: o ex-deputado federal Osvaldo Coelho (DEM).

É inegável: independente da ideologia política que qualquer um tenha ou venha a ter, não dá para ignorar a relevância da figura do ex-deputado Osvaldo Coelho para Petrolina e para todo o sertão pernambucano. Com mais de 40 anos de atuação no Legislativo, sua trajetória se confunde com a própria história do crescimento de Petrolina.

Mas parece que algumas de suas “criaturas” no cenário político petrolinense esquecem-se de respeitar a história de Osvaldo Coelho.

Candidato a deputado federal no chapão liderado pelos socialistas- a Frente Popular-, o atual vice-prefeito de Petrolina e filho de Osvaldo, Guilherme Coelho (PSDB) recebeu, publicamente, o apoio do pai, que estendeu apoio ao candidato da majoritária Paulo Câmara (PSB) e ao candidato ao Senado. Fernando Bezerra Coelho (PSB).

Pelo tal ‘dinamismo da política’, isso deveria se tomar como algo natural no atual contexto (afinal, PSDB e PSB tornaram-se parceiros na gestão de Pernambuco e trabalharam coligações para as eleições de 2014). No entanto,a decisão de Osvaldo Coelho rendeu pronunciamentos que culminaram no termo “traidor”- palavra que parece ser forte demais, sobretudo se considerada de onde partiu.

Criador do neo-político Julio Lossio (PMDB), Osvaldo Coelho fez de sua “criatura” vencedora duas vezes, em Petrolina, sobre adversários históricos. E até quando a popularidade do prefeito despencava por diversos episódios administrativos, bem pouco elogiosos e, em muitos casos, bastante suspeitos, Osvaldo Coelho não desvinculou sua imagem do gestor – sabia da sua responsabilidade de “criador” sobre sua “criatura”.

Esperava a reciprocidade. Não a teve. A candidatura da primeira-dama do município a cargo de deputada federal – anunciada antes da candidatura de Guilherme Coelho- parece ter característica de que Lossio não soube corresponder à fidelidade de Osvaldo Coelho.

Parece ser indelével a Lossio tentar colocar-se ao centro do seu próprio umbigo, politicamante. Primeiro, mesmo sendo eleito para o primeiro mandato com o apoio de Jarbas Vasconcelos, virou-lhe as costas na primeira oportunidade e hoje apoia Armando Monteiro (PTB).

Além disso, algo bem interessante tem acontecido: o apoio do prefeito e do seu grupo ao candidato Lucas Ramos (filho de Ranilson Ramos), do PSB, o mesmo partido de Fernando Bezerra.

Então, e sobretudo pelo último detalhe expresso, fica complexo compreender a atribuição do termo “traidor”.

Em recente entrevista veiculada com a primeira-dama Andréa Lóssio, esta afirmou:”Sei que até grandes homens como Osvaldo podem errar”.

E, caso se considere o estado em que Petrolina se encontra, depois de 6 anos de mandato de Julio Lóssio, pode-se ser categórico em dizer: Osvaldo errou mesmo!

Mas essa rasura em sua história não se sobrepõe ao seu valor histórico como homem público.

Por isso, a analogia dessa leitura política com a história da música de Luiz Gonzaga, que intitulou este artigo, se faz legítima.

Contam os historiadores que, “quando voltou pela primeira vez ao sertão, 16 anos depois e já famoso no Rio de Janeiro, o povo de sua terra estranhou Luiz Gonzaga fazendo pose de artista, com aquela sanfona prateada toda incrementada, de 120 baixos” – como se colocando superior ao seu pai, sanfoneiro antigo, Januário. Então, Jacó, um sertanejo amigo da família, advertiu Gonzagão ao pé do palco: “Luiz, respeita Januário!”. 

Assim, além de não ter os 120 baixos de Gonzagão, o grupo de Lóssio também não tem gabarito suficiente para tentar rotular Osvaldo Coelho de “traidor”.

Reconhecendo ou não Lóssio e seu grupo, o valor histórico de Osvaldo Coelho merece respeito.

Precisam lembrar mais esse exemplo vindo da arte de Gonzagão:

“Luiz, respeita Januário!”

Vera Medeiros/ Jornalista e Professora

 

26 COMENTÁRIOS

  1. Já vejo diferente. O povo de Petrolina merece respeito! Não desmerecendo Osvaldo Coelho. Mas, enxergando uma população que já vem no descaso desde a 1ª atuação Lóssio, e que saibam que isso se dar pela preocupação de votar por favores principalmente ao Sr. Osvaldo Coelho. Político que já atuava desde a DITADURA e de certa feita quis impor isto na cidade, mostrando que Coelho é sempre poder em tudo. E com esta o povo aprenda que não devemos votar por favores senão posso prejudicar uma população, que está um caos na saúde, na educação e na limpeza urbana.

    • Gostei desse comentário. É isso mesmo. Infelizmente o povo de Petrolina, principalmente aqueles de classe média, mas que vive de favores políticos, pois não tem competência para viver as suas próprias custas,não pensam no coletivo, pensam no seu umbigo.

  2. Parabéns Vera Medeiros pelo belo texto. 100% coerente. Hoje ouvir no rádio que os secretários entregaram os cargos, dizendo o locutor que temiam esta decisão devido o caos que se instalaria em Petrolina. Comentário meu: Se Petrolina hoje ficar sem prefeito, sem vereadores e sem secretários, acredito que a cidade não sentiria nada a mais, a não ser sobra de dinheiro nos cofres públicos. Porque a muito tempo já está abandonada.

  3. essa matéria foi muito bem escrita, vc esta de parabéns admiro demais esse senhor como homem público q é pela sensatez e sabedoria, só errou mesmo quando apoiou julio lossio, mas vamos dar um desconto ele merece todo nosso respeito. sempre trabalhou por petrolina e para petrolina não é atoa q somos o q somos no cenário mundial.. quanto aos secretarios do prefeito são tão fracos quanto ele na verdade ratos q fogem do navio…

    • Por que???? Ela é cidadã brasileira e notadamente muito inteligente. Comentários úteis e pertinente são sempre bem vindos. Estranho seria que porque mora do outro lado do rio não enxerga o que se passa aqui. Ou ignorância.

  4. No meu entender,isso não passou de jogada combinada dos coelhos novos conseguindo conquistar os os velhos.O que deve ser essa jogada? Se Júlio Lóssio for realmente cassado no início de agosto,como afirmam com tanta certeza os fernandistas,Fernando Filho,assumiria a prefeitura e se juntariam para tentar elegerem Guilherme.AÍ se acontecesse de Eduardo ou Aécio ganhar,ainda teriam a CODEVASF de volta.Observem que a campanha de Fernando Filho tá muito fria.

    • O ex deputado Sr. Osvaldo Coelho, esta pagando caro pela suas escolhas, infelzmente o povo aceitou tal escolha, hoje ele vem dizendo que se aliaria a diabo para eleger o filho. . Votem neles. Ex Arena, PDS, agora DEM, PSDB, PSB que vocês vão ter casas, educação, Segurança cartão bolsa familia e desemprego.

  5. Caros, o artigo é eivado de partidarismo e faz uma analise cheia de mágoa. Em política não há santos, nem bonzinhos. Os Coelhos são uma dinastia política que tem por objetivo se manter no poder. Lóssio esta na prefeitura por contribuição dos Coelhos, que desejam estar sempre por cima, direta ou indiretamente. A nau da prefeitura afunda, a imagem do Julio vem bastante desgastada, ele tem muito carisma mas pouca habilidade política, sem falar em muita incompetência administrativa. Agora os Coelhos pulam da nau, diz o ditado que é um primo do coelho que sai quando o navio começa a afundar. Certamente são os instintos que levam Osvaldo e Guilherme a se afastar do Julio.

  6. PERFEITO PENSAMENTO, LÓSSIO NÃO TEM CACIFE PARA ENFRENTAR OSVALDO CÔELHO, OSVALDO ERROU E FEIO, MAIS SUA TRAGETÓRIA
    COMO HOMEM PUBLICO É MUITA BONITA DE CONTAR.

  7. Simplificando bem:
    Fessôra, muito boa didática, e sua especialidade deve ser matemática. Sabe por que? nesta sua matéria eu consegui aprender muito claramente que nada vezes nada é nada nove fora nada.KKKKKKKK

  8. Piores traidores foram aqueles que até pouco tempo congregavam e gozavam dos cargos públicos que tinham nas mãos, quando eram aliados do PT! Só por causa da tal copa e com a queda da satisfação do povo com a presidente Dilma, resolveram abandonar a aliança que tinham para alçarem vôos maiores! O pior não é isto: não bastava terminar a aliança, tinham que cuspir no prato que comeram e se beneficiaram este tempo todo! E pior mais ainda, é que o povo está caindo nesta!! É assim a nova política do PSB, falso-socialista!

  9. Fico indignado ao ler uma matéria jornalística tão pobre de informações e tão tendenciosa politicamente.
    Sabemos que o Prefeito Dr. Julio é de longe o mais simpático e aceito principalmente pelos “Januários” de Petrolina, mas é forte politicamente, é sério e não costuma se curvar e nem abandonar o navio em tempestade.
    O respeito a pessoa e a história de Osvaldo Coelho sempre houve, nunca li nada em que Júlio Lóssio falasse mal do grupo que o ajudou a se tornar prefeito, sim o ajudou, porque diferentemente da frase usada pela jornalista “Criador do neo-político Julio Lossio (PMDB), Osvaldo Coelho fez de sua “criatura” vencedora duas vezes, em Petrolina, sobre adversários históricos.
    Não foi Osvaldo Coelho que o fez vencedor por 2 vezes , até porque ele próprio Osvaldo Coelho tinha ficado em 3º lugar na eleição municipal que antecedeu a de Júlio, a vitória foi de um grupo com diversas forças que somadas queriam derrotar FBC e Gonzaga Patriota. Quando a jornalista diz que o prefeito foi eleito com apoio de Jarbas e que agora virou as costas, ai fica parecendo piada, porque se alguém depender dos votos de Jarbas em Petrolina pra se eleger tá frito, ele perdeu em Petrolina quando impôs uma derrota histórica em Arraes, perdeu com Paulo Coelho na vice, perdeu como senador, resumindo, Jarbas não é referência de vitória em Petrolina.
    O quadro político de Petrolina hoje chega a ser hilário, temos FBC candidato ao Senado, os dois filhos a deputados (sem chance pra ninguém do seu grupo candidata-se) Gonzaga Patriota com a mesma conversinha e hoje aliado de FBC, por fora Adalberto Cavalcanti e Odacy, tendo ainda Guilherme Coelho…Guilherme candidato… Esse eu tô pagando pra ver, pagando não, tô apostando que ele nunca sairá candidato, pois perdeu contato com o povo (que pouca tinha), não gasta do seu dinheiro, apoios são feitos com trocas e ele não tem o que trocar, o pai que tinha serviço prestado a toda região não se elegeu pra Deputado, assim que perdeu o comando das empresas públicas e prefeitura, imagine ele que na linguagem popular “ tá fora do mercado”.
    Concluindo: Surfar na política hoje sem deter o poder é muito difícil, Osvaldo Coelho no fim de carreira política enxergou que não tem mais tanto poder e nem voto, pra bater de frente com Eduardo Campos, FBC e agora o mais novo desafeto Júlio Lóssio, não tem herdeiro político pois Guilherme é mais fraco que Caldo de batata, não tendo escolha fica com DIABO pelo menos é Coelho… é Januário.

    • Bem do jeitinho que acho. Dr.Júlio, pelo que parece, precisa pouco destes aliados. Ganhou por duas vezes e ganhou bonito. Aqui nesta terra, pouca gente acreditou ser possível. Tô pagando pra ver o resultado desta eleição aqui em Petrolina, quero estar viva pra testemunhar. Nunca me interessei tanto. Quero ver quem, de fato, ta fraco e forte.

  10. A professora de juazeiro diz que a popularidade de lossio vem despencando, baseada em que? Na vontade individual dela ou alguma pesquisa? Pesquisas daqueles institutos que davam empate entre lossio e Fernando filho em 2012, não valem

  11. Deste “TEMA” a professora não entende muito. Será se ela sabe dos votos ” óleo Caiano e Bolacha Somassa, que eram dados para a dobradinha Osvaldo e Geraldo Coelho. Assim como as industrias, estes votos, há muito, já não existem mais.

  12. Esqueceu de falar que o povo continua amando Julio que é figura carismática coisa que os Coelho não são e caíram no conceito do povo. Julio não traiu Oswaldo, ele foi traído por Osvaldo e muitos .Julio foi o único que teve a coragem de enfrentar sem medo, FBC e só por isso merece o respeito daqueles que já não gostam dos Coelhos. O povo espera por você logo ,Julio. Melhoras.

  13. Não é necessário falar mais nada. Carlos Men e J. Bandeira já disseram tudo. Vcs assistiram um vídeo do Sr. Guilherme detonando o Sr. Fernando. E agora estão tds na msm panelinha? Gonzaga juntou-se a Ele (Fernando) e perdeu feio. Vms vê o que vai dar desta vez….

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome