Educadoras do ‘Nova Semente’ recebem capacitação de primeiros socorros

por Carlos Britto // 06 de agosto de 2022 às 10:00

Foto: Ascom PMP/SMS divulgação

Um grupo de 160 educadoras do Programa ‘Nova Semente’ participou nesta semana de um treinamento sobre primeiros socorros. A ação aconteceu na Escola do Saber e foi ministrada por profissionais do Samu. O objetivo foi capacitar a equipe da Educação Infantil para realizar atendimento inicial de emergência, em caso de acidentes de diferentes naturezas, até a chegada da assistência especializada.

Durante a formação, os socorristas do Samu ensinaram sobre procedimentos e manobras para o primeiro atendimento em caso de engasgo, queimadura, quedas, massagem cardiorrespiratória, estancamento de sangue, entre outras. As aulas foram expositivas e com dinâmicas que possibilitaram a participação, com atividades práticas de simulação e demonstração.

A educadora da Unidade Claudiana Barbosa, Graça Geraldo, afirmou que esse foi um momento de aprendizado importante para todos. “Esse é um tema fundamental, que precisamos ter conhecimento. Afinal são vidas que estão em nossas mãos e precisamos saber como agir em situações de emergência, sempre olhando não só pelo pedagógico, mas também pela saúde e o bem-estar de todos. Os profissionais que ministraram a capacitação foram didáticos e nos passaram a informação em uma linguagem de fácil entendimento“, avaliou.

A educação municipal de Petrolina é comprometida com a segurança dos estudantes e, através da ação, atende ao que preconiza a Lei 13.722, de outubro de 2018, denominada ‘Lei Lucas’, que determina que professores e funcionários de escolas de educação infantil e básica, públicas ou privadas e também de qualquer tipo de estabelecimento de recreação infantil tenham capacitação em primeiros socorros.

Educadoras do ‘Nova Semente’ recebem capacitação de primeiros socorros

  1. COMUNISMO AQUI NÃO! disse:

    PARABÉNS a todos que tomaram essa iniciativa de suma importância! Eu, como socorrista nato e por providência Divina, que tive treinamento de Primeiros Socorros desde quando incorporei no 72 Batalhão de Infantaria Motorizada, em 1989, reforçando esses ensinamentos, também na PMBA, quando ingressei no Curso de Sargento Combatente, em 1991, passando um tempo como Chefe do Socorro do 9 Grupamento de Bombeiro Militar, em Juazeiro/BA. E por último, ampliando esse conhecimento no Curso de Agente Penitenciário de Pernambuco.
    Já tive a bem aventurança de salvar a vida de algumas pessoas, vítimas de arma branca, arma de fogo, de afogamento e vítimas de asfixia por engasgo por alimentação. E é aí, nesse último tipo de risco de morte, por engasgo, onde todos os integrantes de uma família e de escolas infantis principalmente, deveriam ter conhecimento do procedimento correto para desobstruir as vias respiratórias e evitar que adultos e crianças morram sufocadas, por falta de treinamento.
    Portanto, a importância de se compartilhar esse tipo de treinamento, que salva vidas!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.