Ednaldo evita bater de frente com Dr.Pérsio: “Quem vai dizer se eu estou certo ou ele são as eleições”

4

ednaldo limaLíder do prefeito Julio Lossio (PMDB) na Casa Plínio Amorim, o vereador Ednaldo Lima preferiu ignorar as provocações do integrante da bancada de oposição, Dr.Pérsio Antunes, quanto à definição das comissões do Legislativo Municipal. Baseado em dois itens do Regimento Interno e na Lei Orgânica, o ex-aliado de Lossio, que continuará presidindo a Comissão de Redação e Justiça, rebateu Ednaldo ao afirmar que o fato de ter deixado o PMDB e ir para o PV não acarretaria em perder a presidência. Ele ainda tachou o governista de “submisso” e de estar “mais tonto na Casa do que barata quanto toma Baygon”.

Sem polemizar, Ednaldo reconheceu a legitimidade da permanência de Dr.Pérsio à frente da comissão. O líder de Lossio explicou que a intenção de propor a reforma das comissões foi apenas para permitir a agilidade nos projetos de lei enviados pelo prefeito à Casa, os quais estava sendo deliberadamente protelados para prejudicar a administração.

Citando o artigo 49 do Regimento Interno, Ednaldo ressaltou que o prazo para uma matéria do Executivo receber o parecer do relator da comissão e ser liberada para a votação em plenário é de três dias – o que não estava acontecendo. “Nada justifica um projeto ficar debaixo do sovaco de um vereador por cem dias”, disparou.

O líder argumentou que quer apenas o que a população petrolinense também quer. “Para o plenário funcionar todas as terças e todas as quintas, ter matérias nesta Casa para serem votadas nas áreas de saúde, educação, desenvolvimento urbano, é preciso que a vida orgânica das comissões funcione, e não alguns vereadores que ocupam comissões não deem seu parecer e fiquem tentando usar métodos legais para segurar a matéria. Foi o que aconteceu aqui”, completou Ednaldo, lembrando a controvérsia acerca da regularização fundiária dos Bairros São Jorge, São Joaquim e Mandacaru (na zona norte de Petrolina).

“Vingança”

Ele ainda se disse tranquilo em relação à reforma das comissões, ao justificar que por ser a maior bancada na Casa Plínio Amorim, o PMDB ocupará espaço inevitavelmente nas mais importantes. “Não estamos preocupados com isso. O que queremos é que haja a participação dos demais partidos de forma proporcional, que garanta a participação das forças políticas com mandato nesta Casa, e que esta Casa não fique refém de uma pessoa”, ponderou.

Sobre as declarações de Dr.Pérsio, Ednaldo disse que não responderá ao que considera “grosserias” e “vingança pessoal” da parte do oposicionista. “É importante termos serenidade para não partirmos para o campo pessoal”, minimizou. Ele justificou que em mais de dois meses de volta à Casa, já conseguiu aprovar projetos de lei importantes – entre eles voltados para a mulher, os idosos e a juventude. “Acho que o vereador tem se perdido quando me ataca, quando ataca meu mandato, no sentido de levar adiante essa sua vingança pessoal. Mas eu respeito o mandato dele, que foi o povo que deu. Quem vai avaliar se eu ou ele está certo são as eleições”, finalizou.

4 COMENTÁRIOS

  1. VOCÊ NÃO PRECISA DE VOTOS DA POPULAÇÃO PRA GANHAR.POR QUE VOCÊ SÓ DEFENDE O PREFEITO ENTÃO SÔ O VOTO DELE TE ELEGE. VC FICOU CONTRA OS ENFERMEIROS NAS 30 HORAS.E QUALQUER CAUSA QUE SEJA CONTRA O PREFEITO VC NÃO VOTA,ENTÃO A POPULAÇÃO NÃO PRECISA VOTAR EM VOCÊ.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome

dois × um =