Duas unidades da Funase em PE se transformarão em sessões eleitorais

por Carlos Britto // 28 de outubro de 2022 às 21:00

Foto: Funase/divulgação

Assim como aconteceu no primeiro turno, duas unidades da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase) se transformarão em sessões eleitorais especiais neste domingo (30), dia de votação no segundo turno. Isso é possível graças ao Termo de Cooperação Técnica, entre o Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) e a Funase. As sessões serão nos Centros de Atendimento Socioeducativo (Case) do Cabo e de Garanhuns.

Cerca de 110 pessoas votarão nas unidades, entre funcionários e socioeducandos. A Funase com o maior número de eleitores é o Case Cabo. Serão 52 adolescentes e cerca de 35 funcionários, que estarão de plantão, e votarão no Centro.

Na unidade de Garanhuns foi realizado um mutirão para retirar os documentos dos socioeducandos. Mais de 40 novos eleitores foram habilitados para escolher seus representantes.

Parte desse público está votando pela primeira vez. Uma vez que a participação no pleito é facultativa para quem tem entre 16 e 18 anos e obrigatória após os 18. A Funase atende adolescentes com idades entre 12 e 18 anos e, excepcionalmente, jovens até os 21.

Treinamento

Para que isso acontecesse, os funcionários da Funase receberam treinamento. Em cada unidade haverá cinco funcionários: um será chefe de prédio, outro presidente da sessão e os outros mesários. “Além dos treinamentos dos nossos funcionários, os adolescentes tiveram a oportunidade de conhecer as urnas. Juntamos esforços para que os nossos adolescentes pudessem exercer sua cidadania“, explicou a presidente da Funase, Nadja Alencar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.