Duas semanas após forro cair no Hospital da Restauração, MPPE solicita parecer técnico

por Carlos Britto // 17 de maio de 2022 às 13:40

Foto: SES-PE/reprodução

Duas semanas após o teto do Hospital da Restauração no Recife (PE) desabar em cima de pacientes e funcionários, o Ministério Público de Pernambuco solicitou ontem (16) informações detalhadas sobre manutenção predial da unidade.

Por meio das 11ª e 34ª Promotorias de Justiça de Defesa da Cidadania da Capital, com atuação na Defesa da Saúde, o MP expediu ofício à Diretoria do Hospital da Restauração requerendo cópia do parecer técnico sobre o risco de novos desabamentos no setor laranja da unidade e informações sobre a realização de manutenção predial corretiva e preventiva na unidade hospitalar, com a remessa do respectivo protocolo (ou similar) que comprove a existência de rotinas com essa finalidade. O prazo conferido foi de 10 dias.

Foram requeridas ainda informações sobre a realização de inspeções periódicas na unidade pelo Corpo de Bombeiros da Polícia Militar de Pernambuco, bem como a existência de atestado de regularidade do imóvel, emitido pela corporação (inclusive sua validade).

À Diretoria do HR ainda foi solicitado informar sobre as providências adotadas pela Secretaria Estadual de Saúde – SES após o incidente ocorrido em 02 de maio de 2022, com o repasse de recursos para realização de serviços urgentes no imóvel hospitalar, com a indicação do montante e as obras previstas; bem como informar sobre o plano de investimento da SES no HR, na ordem de 24 milhões de reais, abarcando a aquisição de equipamentos e a reforma da estrutura interna e externa da unidade, noticiado pela pasta estadual de saúde ao MPPE, na audiência do dia 12 de maio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.