Donos de bares e restaurantes em Petrolina começam a se mobilizar para cobrar do Estado flexibilização de decreto

4

Além dos mototaxistas, outro segmento em Petrolina deve começar a pressionar com mais força o governador de Pernambuco, Paulo Câmara, para que flexibilize as medidas de combate à pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Com as atividades paralisadas há 4 meses, os donos de bares e restaurantes da cidade ja se articulam nesse sentido.

“Não há mais razão de o Governo do Pernambuco inviabilizar nosso retorno ao atendimento presencial, após tantos meses e com praticamente todo o comércio já funcionando. Não aceitaremos mais calados essa arbitrariedade que está causando falências e desempregos a milhares de famílias”, desabaram os comerciantes, por meio das redes sociais.

4 COMENTÁRIOS

  1. Eita povo bom de se governar! Os direitos de ir e vir, de trabalhar, de respirar ar livre, direito de se expressar livremente etc são cassados sob pretexto de é para o nosso bem. Então podemos dizer: bem vindos à maior dissimulada ditadura comunista do mundo.

  2. Não é bem assim. Bares e restaurantes são diferentes pois causam aglomeração. No comercio não essencial a pessoal entra, pega o que vai comprar, paga e sai. No casos dos bares e restaurantes, a pessoa pede, fica esperando, consome, fica bastante tempo até ir embora. Então, são situações distintas. Além do mais, em bares e restaurantes não é possível usar mascara pois não da para comer ou beber com a mascara. No comercio nao essencial, reaberto mais recentemente, não é preciso retirar a mascara. Assim, são situações muitos diferentes.
    No comercio de bares e restaurantes, além disso, o delivery sempre foi utilizado o que garante uma receita positiva, mais baixa, possivelmente, mas ainda uma receita todos os meses. Os custos também diminuíram, por outro lado.
    Neste momento em que a região ainda está na parte crescente da curva é temerário as atividades que geram aglomeração. Infelizmente, seria o casos dos bares e restaurantes aguentarem pelo menos mais um mes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome