Do facismo à ditadura: Aulão promete movimentar Serra Talhada

13

Historiadores, professores, representantes de movimentos sociais, juventude e toda a população de Serra Talhada (PE), no Sertão do Pajeú, vão de participar um ‘aulão’ de História – “Do Fascismo à Ditadura Militar: Ameaças à Democracia no Brasil”. O evento acontecerá nesta quarta-feira (17), a partir das 19h, na Praça Agamenon Magalhães, no Centro da cidade.

A atividade será promovida pelo professor, escritor e mestre em história pela UFCG, Paulo César Gomes, em parceria com o Coletivo Fuáh.

“Essa iniciativa tem como objetivo estimular o debate entre os setores da sociedade que se reivindicam da democracia. Nesse momento, todos os historiadores estão chamados a provocarem o debate sobre temas como o fascismo, tanto do ponto de vista histórico, como as suas consequências nefastas para a humanidade. Bem como a ditadura militar, que alguns hoje renegam, ignorando todos os males que os militares trouxeram para o país, desde a censura à imprensa, como tortura e uma centena de assassinatos”, comentou PC Gomes.

Além da explanação sobre os eventos que marcaram o Brasil e o mundo, será exibido um documentário sobre a morte do filho da estilista mineira Zuzu Angel – o militante social Stuart Angel, que desapareceu durante os Anos de Chumbo.

13 COMENTÁRIOS

  1. Muitos dos grandes projetos de infraestrutura que existem no pais hoje são graças aos militares, infelizmente, hoje existem uma meia duzia de pessoas de partidos e agremiações politicas comunistas tentam desconstruir o periodo do governo militar.
    Meus pais e avós nunca foram perseguido por militares, aqueles que assaltavam bancos, matavam pessoas, sequestravam e faziam baterna queriam ser tratados como santos.
    Seguindo essa lógica daqui há alguns anos vamos tratar os traficantes como perseguidos pelo governo.

  2. Estão apelando mesmo, é mais um cheirad….. querendo se aparecer.

    Avisa a esse “historiador”, melhor, contador de histórias que foi durante o governo militar que foram construídas a rodovia Transamazônica (BR-230), as hidrelétricas de Tucuruí, Balbina e Itaipu (a maior do Brasil), a ponte Rio-Niterói, as usinas nucleares de Angra, a Ferrovia do Aço e o projeto de minério de ferro de Carajás e de de celulose de Jari…
    Estruturação das grandes construtoras nacionais;
    – Crescimento do PIB de 14%;
    – Construção de 4 portos e recuperação de outros 20;
    – Criação da Eletrobrás;
    – Implantação do Programa Nuclear;
    – Criação da Nuclebrás e subsidiárias;
    – Criação da Embratel e Telebrás (antes, não havia ‘orelhões’ nas ruas nem se falava por telefone entre os Estados);
    – Construção das Usinas Angra I e Angra II;
    – Desenvolvimento das Indústrias Aeronáutica e Naval (em 1971 o Brasil foi o 2º maior construtor de navios do mundo);
    – Implantação do Pró-álcool em 1976 (em 1982, 95% dos carros no país rodavam a álcool);
    – Construção das maiores hidrelétricas do MUNDO: Tucuruí, Ilha Solteira, Jupiá e Itaipú;
    – Brutal incremento das exportações, que cresceram de 1,5 bilhões de dólares para 37 bilhões; o país ficou menos dependente do café, cujo valor das exportações passou de mais de 60% para menos de 20% do total;
    – Rede de rodovias asfaltadas, que passou de 3 mil para 45 mil km;
    – Redução da inflação galopante com a criação da Correção Monetária, sem controle de preços e sem massacre do funcionalismo público;
    – Fomento e financimento de pesquisa: CNPq, FINEP e CAPES;
    – Aumento dos cursos de mestrado e doutorado;
    – INPS, IAPAS, DATAPREV, LBA, FUNABEM;
    – Criação do FUNRURAL – a previdência para os cidadãos do campo;
    – Programa de merenda escolar e alimentação do trabalhador;
    – Criação do FGTS, PIS, PASEP; (**)
    – Criação da EMBRAPA (70 milhões de toneladas de grãos); (**)
    – Duplicação da rodovia Rio-Juiz de Fora;
    – Criação da EBTU;
    – Implementação do Metrô em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Recife e Fortaleza;
    – Criação da INFRAERO, proporcionando a criação e modernização dos aeroportos brasileiros (Galeão, Guarulhos, Brasília, Confins, Campinas – Viracopos, Salvador, Manaus);
    – Implementação dos Pólos Petroquímicos em São Paulo (Cubatão) e na Bahia (Camaçari);
    – Investimentos na prospecção de petróleo no fundo do mar que redundaram na descoberta da bacia de Campos em 1976;
    – Construção do Porto de Itaquí e do terminal de minério da Ponta da Madeira, na Ilha de S. Luís, no Maranhão;
    – Construção dos maiores estádios, ginásios, conjuntos
    – Promulgação do ‘Estatuto da Terra’, com o início da Reforma Agrária pacífica;
    – Polícia Federal;
    – Código Tributário Nacional;
    – Código de Mineração;
    – Implantação e desenvolvimento da Zona Franca de Manaus;
    – IBDF – Instituto Brasileiro de Desenvolvimento Florestal;
    – Conselho Nacional de Poluição Ambiental;
    – Reforma do TCU;
    – Estatuto do Magistério Superior;
    – INDA – Instituto de Desenvolvimento Agrário;
    – Criação do Banco Central (DEZ 64);
    – SFH – Sistema Financeiro de Habitação;
    – BNH – Banco Nacional de Habitação; (***)
    – Construção de 4 milhões de moradias;
    – Regulamentação do 13º salário;
    – Banco da Amazônia;
    – SUDAM;
    – Reforma Administrativa, Agrária, Bancária, Eleitoral, Habitacional, Política e Universitária;
    – Ferrovia da soja;
    – Rede Ferroviária ampliada de 3 mil e remodelada para 11 mil Km;
    – Frota mercante de 1 para 4 milhões de TDW;
    – Corredores de exportações de Vitória, Santos, Paranaguá e Rio Grande;
    – Matrículas do ensino superior de 100 mil em 1964 para 1,3 milhões em 1981;
    – Mais de 10 milhões de estudantes nas escolas (que eram realmente escolas);
    – Estabelecimentos de assistência médico sanitária de 6 para 28 mil;
    – Crédito Educativo;
    – Projeto RONDON;
    – MOBRAL;
    – Abertura da Transamazônica com instalação de agrovilas;
    – Asfaltamento da rodovia Belém-Brasília;
    – Construção da usina hidrelétrica de Boa Esperança, no Rio Parnaíba;
    – Construção da Ferrovia do Aço (de Belo Horizonte a Volta Redonda);
    – Construção da Ponte Rio-Niterói;
    – Construção da rodovia Rio-Santos (BR 101)

    Dia 28 vem aí!!!
    Se a DEMOCRACIA do blog não CENSURAR o meu comentário.

    • Ok, depois da gastança veio a década perdida de inflação à 1.000, economia fechada, quase idêntica à União soviética, importar era praticamente proibido, sair do país então, nem se fala, o governo não queria imprimir mais moeda para compensar os dólares de quem queria ir para o exterior. Militar só serve para capinar mato. E eram facistas também, pois nunca o estado brasileiro teve tanto poder E tamanho para influenciar a vida das pessoas como era naquela época.

  3. Não adianta os apedeutas professores de história comuns tas se movimentarem; O Brasil tem um.novo e decente presidente, cristão, íntegro, anticomunista e conservador, e o melhor de tudo: Não recebe ordens de dentro da.prisão, tal qual o candidato de pseudo professores que não passam de reles doutrinadores e fabricantes de analfabetos funcionais diplomados.

  4. Que palhaçada. Facismo é o que o PT prega. Criem vergonha e deixem que o povo se liberte dessa miséria, tanto financeira, quanto ideológica. O povo não é mais tão inocente que acredita em discursos e palestras de hipócritas facistas. BRASIL ACIMA DE TUDO. DEUS ACIMA DE TODOS. Isso vocês não vão conseguir derrubar, pois Deus é muito maior do que sua hipocrisia e demagogia. Viva o Brasil.

    • “Brasil acima de tudo” é coletivismo, logo é fascismo também. Sabe de nada tu. Aliás se comparar o regime militar com o governo petista, verá que eles tinham muito mais coisas em comum do que diferenças, vejamos:

      1- Estatização da economia: o PT fez, o regime militar também.

      2- Controle estatal da economia: O PT fez, o regime militar também.

      3- Perseguição política à opositores: O PT fez, o regime militar também.

      4- Controle estatal da mídia: O PT fez, o regime militar também.

      5- Controle do judiciário e do legislativo pelo executivo: O PT fez, o regime militar também.

      6- Educação ideológica nas escolas: O PT fez, o regime militar também.

      7- Apoio à ditaduras: O PT fez, o regime militar também.

      E tem muito mais coisas em comum, portanto PT e regime militar (adorado pelo candidato capinador de mato de quartel) são fascistas em todos os sentidos. Quem defende um e odeia o outro está em completa contradição.

      • Rapaz é tão analfabeto, que diz que militar é “capinador de mato de quartel”, saiba que sem os CAPINADORES de MATO, não existia esse falsa Democracia que tem hoje. Ou, você acha que as três forças – Exercito, Aeronáutica e Marinha (capinadores) se quiser não toma o país?
        Os capinadores são tão ruins que veja o saldo quando a PM de PE parou em 2014 por apenas 4 dias: TENSÃO, SAQUES, ASSALTOS, ARRASTÕES e MORTES.
        E quem veio acalmar o Estado? OS CAPINADORES.

        Você é um idiota travestido de moralista, argumentos muito irracional os seus.

        https://jconline.ne10.uol.com.br/canal/cidades/policia/noticia/2014/05/16/greve-da-pm-chega-ao-fim-com-saldo-de-saques-arrastoes-e-prisoes-no-grande-recife-128151.php

        • Gênio, quem foi que deu o golpe em Dom Pedro II? Ah sim os capinadores de mato de quartel, se não fosse eles jamais teríamos essa república bananeira, e coisas como PT e Bozonaro jamais teriam prosperado. Tirando uma e outra ameaça externa ocorridas nos séculos passados, os capinadores de mato de quartel só serviram para matar o próprio povo (violação do princípio da autodeterminação dos povos), como em Canudos, Contestado, revolução federalista e revoluções liberais.

          Sobre a greve da PM (outra coisa inútil), esses arrastões jamais teriam ocorrido se tivéssemos uma população armada, e as agências privadas de segurança tivessem mais liberdade. Portanto capinador de mato de quartel continua tendo a mesma serventia que fezes, ou seja, nenhuma!

  5. Esse aulao deveria ser sobre a ditadura sanguinária da Venezuela. O PT e Haddad apoiam e nao condenam o Maduro pois pensam em adotar algo semelhante no Brasil. O PT é o real risco a democracia e liberdade no Brasil. Por isso o povo vota B17.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome