DNIT é alvo de operação da PF para investigar desvios de R$ 40,5 milhões

1
Foto: Reprodução/ Correio Braziliense

A Polícia Federal (PF) deflagrou nesta quinta-feira (3) a operação ‘Circuito Fechado’, que apura desvios de R$ 40,5 milhões em contratos do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT).

De acordo com informações do Bahia Notícias, os crimes investigados eram cometidos através de contratações fraudulentas da empresa Business to Technology (B2T), do ramo de TI. A operação tem como alvos três contratos que foram firmados pelo Dnit no período de 20 de julho de 2012 a 22 outubro de 2019. 

A PF cumpre nove mandados de prisão temporária e 44 de busca e apreensão em endereços no Distrito Federal, em São Paulo, em Goiás e no Paraná. Buscas estão sendo feitas na sede do DNIT, no Setor de Autarquias Norte. 

Além dessas medidas, a Justiça Federal também determinou o bloqueio do valor aproximado de R$ 40 milhões nas contas dos investigados, além do sequestro de seis imóveis e 11 veículos. A ação desta quinta é a segunda fase da Operação ‘Gaveteiro’, deflagrada em 6 de fevereiro deste ano com o objetivo de apurar o desvio de R$ 50.473.262,80 do Ministério do Trabalho, com a contratação irregular da mesma empresa.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome