Discurso cantado marca recriação do Ministério da Cultura

por Carlos Britto // 24 de janeiro de 2023 às 21:35

Foto: Marcelo Camargo

Um discurso musical, cantado pela própria ministra Margareth Menezes, marcou a cerimônia de recriação do Ministério da Cultura (MinC). Servidores que estavam realocados no Ministério do Turismo após a extinção da pasta – e aguardavam autorização para a entrada no prédio, em Brasília – foram surpreendidos quando as portas se abriram, e as primeiras palavras de boas-vindas foram cantadas por Margareth. A recriação do Ministério da Cultura começou a valer hoje (24), conforme previsto pelo Decreto nº 11.336/23.

Peço a Deus que se consagre a bondade. Peço a Deus cultura, amor e felicidade”, cantou a ministra, ao anunciar que “a alegria está de volta” porque a cultura voltou a ser política de governo e vetor econômico e de transformação. “Esse ato simbólico e singelo representa a volta do Ministério da Cultura”, acrescentou.

O discurso cantado prosseguiu, com a ministra fazendo adaptações à música ‘Aquarela Brasileira’, na qual o compositor Silas de Oliveira destaca as riquezas culturais produzidas em diversas partes do país.

Vejam esta maravilha de cenário. É um episódio relicário, onde o artista, num sonho genial, escolheu para este carnaval. O asfalto, como passarela, será a tela do Brasil em forma de aquarela”, entoou a ministra.

Na sequência, Margareth acrescentou vários estados que não constam da letra original. “Brasil, essas suas verdes matas, cachoeiras e cascatas de colorido sutil. E esse lindo céu azul anil emoldura a cultura do Brasil”, finalizou para, então, convidar os servidores a retomar seus postos.

Discurso cantado marca recriação do Ministério da Cultura

  1. Lucas Martins disse:

    O pobre só é prejudicado porque quer quando tem um grupo de políticos e artistas dizendo que querem o bem da população, aí já deveríamos suspeitar que tem algo errado.

  2. antonio disse:

    muito boa a escolha a dela para dirigir este ministerio
    Gente da Gente.gol de placa

  3. Jair Escobar de A. Silva disse:

    A festa vai começar !!!

  4. Cavaleiro sem nome disse:

    Que nojo!

  5. FUNDEB DO PROFESSOR INDO PRA ARGENTINA disse:

    MAIS UMA ANTA PETISTA QUE NÃO SABE NEM LER UM DISCURSO PRONTO FEITO PELOS OUTROS!
    FAZ O “L” DE LADRÃO, CAMBADA!
    ENQUANTO AS PROFESSORAS ODEIAM BOLSONARO E AMAM um bandido terrorista COMUNISTA, ESSE BANDIDO MANDA BILHÕES PARA OUTRAS DITADUTAS DE ESQUERDA! E AS PROFESSORAS, COM SALÁRIOS DE FOME E SEM RECEBER O FUNDEB.
    METODOLOGIA PAULOFREIREANA, FORMANDO UM BANDO DE ANALFABETOS FUNCIONAIS, PORTADORES DE DIPLOMAS!
    No meu tempo de criança, as professoras eram respeitadas e tinham muito valor, pois defendiam valores e não as imundícies praticadas pela Esquerda, como roubo, corrupção e imoralidade!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.