Dilma sanciona projeto de Gonzaga que dá nome de Mansueto de Lavor a prédio da Univasf

0

mansueto-150x150A presidente Dilma Rousseff sancionou nesta quarta-feira (23) Projeto de Lei 4.314/08, de autoria do deputado federal Gonzaga Patriota (PSB-PE), que homenageia o ex-deputado e ex-senador da República pernambucano, Mansueto de Lavor, dando seu nome ao edifício da administração da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf)/campus Petrolina Sede.

Gonzaga, como não seria diferente, comemorou a decisão de Dilma. “A aprovação dessa proposição será uma maneira de mantermos na lembrança das gerações atuais e futuras o grande papel que Mansueto de Lavor teve na construção de uma sociedade melhor”, afirmou o parlamentar, que apoiou emenda de bancada no valor de R$ 20 milhões e R$ 11 milhões (alocados em 2007 e 2008) para a construção da universidade, além de ter apresentado emendas individuais na ordem de R$ 1,3 milhão destinados a reforma e aquisição de equipamentos da instituição.

Mansueto de Lavor foi deputado estadual, federal e senador constituinte. Nas discussões de elaboração da Constituição ele votou a favor de temas como a jornada semanal de 40 horas, o turno ininterrupto de seis horas, a unicidade sindical e o voto aos 16 anos. Posicionou-se contra a pena de morte, a limitação do direito de propriedade privada, o aborto e o presidencialismo.

Ele também coordenou movimentos de educação de base, foi professor colegial e de faculdade e assessor jurídico da Federação dos Trabalhadores na Agricultura em Pernambuco (Fetape). Mansueto era padre e atuou na Diocese de Petrolina de 1961 a 1982 e chegou a publicar oito livros. Morreu vítima de câncer de pulmão em agosto de 1998, aos 67 anos. As informações são da assessoria de Gonzaga. (Foto/reprodução)

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome