Detidos durante Operação Boca de Lobo são liberados. Misael ainda não foi encontrado

por Carlos Britto // 10 de julho de 2012 às 17:02

Já estão em liberdade as sete  pessoas presas na última quinta-feira (05) durante a operação “Boca de Lobo”, deflagrada pela Polícia Federal (PF) que investiga crimes de lavagem de dinheiro e fraude licitatória em obras de saneamento, entre os anos de 2005 e 2008 em Juazeiro. Depois de cinco dias, o pedido de prisão temporária não foi renovado pela justiça.

Deixaram a sede do 3º Batalhão da Polícia Militar (BPM) o ex-procurador do município, Pedro Cordeiro e o empresário e ex-diretor do SAAE, Sebastião Azevedo. Ele é sócio de Alberto Martins Pires Matos na empresa Real Saneamento, que também estava detido. Os três ficaram no batalhão por terem curso superior.

Também foram liberados o ex-secretário da Fazenda, Jorge Nascimento, que estava detido em Salvador; Carla Simoni Alencar, então supervisora de licitações e contratos, que se encontrava na Penitenciária Dr. Edvaldo Gomes, em Petrolina; Edvan Melo e Edgar Oliveira.

Já o ex-prefeito Misael Aguilar continua foragido. A Polícia Federal (PF) se concentra agora em realizar uma perícia nas obras que tiveram recursos liberados pelo governo Federal, através do Ministério das Cidades no valor de mais de R$ 80 mil.

Detidos durante Operação Boca de Lobo são liberados. Misael ainda não foi encontrado

  1. JR disse:

    Pega Ladrão!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *