Detentos da penitenciária de Petrolina confeccionam EPIs para profissionais de saúde

1
Foto: Divulgação

Os detentos da Penitenciária Doutor Edvaldo Gomes (PDEG), em Petrolina, no Sertão de Pernambuco, iniciaram na segunda (30), a confecção de avental, touca e máscaras faciais para serem destinados aos profissionais de saúde do Vale do São Francisco e servidores da unidade prisional, para prevenir a transmissão do novo coronavírus.

A matéria prima para confecção desses materiais foi doada pela empresa local Toxa, Secretaria de Justiça e Direitos Humanos e a ONG Movimento, ligada à Igreja Verbo da Vida. A expectativa é que os seis presos, que já têm experiência em costura, por trabalharem na fábrica de travesseiros da unidade prisional, produzam diariamente 600 máscaras e 25 conjuntos de avental e touca.

“Estamos vivendo um momento difícil para todos e a contribuição dos presos vai além da necessidade material. É uma forma de enfrentar essa pandemia e os seus obstáculos à medida que eles têm direito à remição de pena”, destacou o secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico.

A ação é realizada também na penitenciária de Caruaru, no agreste pernambucano.

1 COMENTÁRIO

  1. Vale ressaltar que até o presente momento não recebemos nenhuma doação de matéria prima da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos. Tudo tem sido adquirido com recursos próprios e com doações de pessoas e empresas. Mas toda ajuda será bem-vinda.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome