Destroços no mar não são de airbus, diz FAB

por Carlos Britto // 04 de junho de 2009 às 21:22

O brigadeiro Ramon Cardoso, diretor do Departamento de Controle do Espaço Aéreo da Aeronáutica, afirmou na noite desta quinta-feira que os destroços recolhidos horas antes pela Marinha em uma área a cerca de 500 quilômetros do arquipélago de Fernando de Noronha (PE) não são do Airbus da Air France desaparecido na noite de domingo, quando ia do Rio de Janeiro a Paris. “Até o momento nenhum pedaço de aeronave foi recolhido”, disse o brigadeiro.

De acordo com Cardoso, uma peça de madeira de 1,20 metro quadrado por 15 de altura, normalmente utilizada para acomodar cargas em aviões, não fazia parte da aeronave da Air France.

 “Qualquer objeto que nós encontrarmos, vamos fazer o recolhimento e depois fazer a análise, descartar aqueles que não fazem parte da aeronave e trazer de volta para Recife aqueles que fazem parte da aeronave”, explicou.

O militar acrescentou que a mancha de óleo avistada nesta quinta-feira junto do material que foi recolhido provavelmente não pertence ao Airbus. “A quantidade é muito pequena e não dá para fazer uma análise desse óleo dizendo se é dos destroços ou parte da aeronave. A maior probabilidade é que é óleo de navio, não é óleo de avião.”

Informações de Veja Online

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *