Denúncia: Cães estão sendo mortos por envenenamento em condomínio de Petrolina

1

Um fato vem revoltando moradores do Condomínio Valle Flor do Algodão, em Petrolina. Vários cães estão sendo mortos por envenenamento. Segundo informações repassadas ao Blog, por ser um condomínio ainda em implantação e ter obras ao lado e na frente, existem muitos cães de rua e também pertencentes a vigilantes e trabalhadores dessa construção.

A suspeita recai sobre um desses moradores, o qual teria dito, logo no início, que ia matar todos esses cães. Depois disso, três animais já foram encontrados mortos. “Nós estamos estarrecidos e preocupados com esse ato repugnante e cruel. Lembrando que o último cão assassinado pertencia ao vigilante da obra da frente, que está muito deprimido com o acontecimento e teme pela morte da cadela que ainda lhe resta e o acompanha. Sou grato se puderem fazer algo, a fim de inibirmos o assassino e vivermos em paz”, declarou uma fonte do Blog.

Em 2019, a Câmara dos deputados aprovou um projeto de lei aumentando a pena referente a crimes cometidos contra animias. A reclusão passa a ser de dois a cinco anos, com multa e proibição de guarda de animal, mas apenas para maus-tratos a cães e gatos. A punição pode chegar a seis anos em caso de morte do animal. Para os animais silvestres, exóticos ou nativos, a pena continua a mesma. Atualmente a Lei de Crimes Ambientais determina detenção de três meses a um ano e multa para casos de violência contra animais.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome