Demora para construir quiosques em área do Parque Fluvial é motivo de cobranças em Juazeiro; prefeitura se pronuncia

1

Iniciada em novembro de 2017, as obras do Parque Fluvial estão adiantadas, segundo a Prefeitura de Juazeiro (BA). Várias ações já foram realizadas no local e equipamentos construídos como academias da saúde, parques infantis, ciclovia em toda a extensão do parque, recuperação do campo de esportes, das quadras poliesportivas e de areia – entre outros.

No entanto, uma das principais reivindicações de quem frequenta a área e dos próprios barraqueiros é a demora da prefeitura para implantar os quiosques que vão substituir as antigas barracas de alvenaria, demolidas no início da obra. Até agora, nada da construção dos tão aguardados quiosques, visto que já se passou mais de um ano do início da obra.

Questionamos a Prefeitura de Juazeiro quanto a esse problema e fomos informados, por meio de nota, que as barracas retiradas estavam ocupando uma Área de Preservação Permanente (APP) e de domínio da União. “No momento o município aguarda a liberação da Superintendência de Patrimônio da União (SPU) para iniciar a construção de 10 quiosques, uma vez que envolve comercialização”, frisou a nota, sem estipular prazo.

Parque 

O Parque Fluvial é uma iniciativa da Prefeitura de Juazeiro, fruto de uma parceria do Fundo Nacional de Meio Ambiente (FNMA) do Ministério do Meio Ambiente e do Fundo Socioambiental da Caixa Econômica Federal. A intervenção tem como objetivo promover a revitalização física e paisagística de toda a área considerada como degradada da orla fluvial, no trecho entre o muro da Marinha e o início do Bairro Angary – uma extensão de aproximadamente 3,5 Km.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome