Decisão judicial muda posição de cadeiras na Alepe

por Carlos Britto // 07 de outubro de 2022 às 15:37

Foto: Montagem

Uma decisão judicial nesta sexta-feira (7) mudou a posição de duas cadeiras na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), envolvendo o deputado Diogo Moraes (PSB) e o ex-prefeito de Cabo de Santo Agostinho, Lula Cabral (SD).

Cabral teve sua candidatura impugnada pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PE), devido a contas rejeitadas da época de sua gestão. Com isso, o resultado das urnas no último domingo (2) tinha sido anulado, colocando o deputado estadual Diogo Moraes (PSB) em seu lugar.

No entanto, o jogo mudou hoje com uma nova decisão do TRE-PE, que acatou os recursos do ex-prefeito e o colocou novamente na condição de eleito, retirando a vaga de Diogo, que mal assumiu o cargo e agora é o 1º suplente do PSB. A decisão ainda cabe recurso no TSE.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.