CPI da Petrobras foi criada para não pegar os corruptos, afirma Revista Veja

3

14106265Um vídeo a que a Revista Veja teve acesso revela que houve uma farsa na CPI da Petrobras. A gravação demonstraria que os investigados seriam preparados antes do interrogatório com os Senadores.

A denúncia exclusiva afirma que a CPI foi criada com o objetivo de não pegar os corruptos. E que para não correr riscos, o governo e a liderança do PT montaram essa fraude. O vídeo tem 20 minutos de duração e mostra uma reunião entre o chefe do escritório da Petrobras em Brasília, José Eduardo Sobral Barrocas, o advogado da empresa Bruno Ferreira e um terceiro personagem ainda desconhecido.

Na decupagem do vídeo, segundo a publicação, o encontro foi registrado por alguém que participava da reunião ou estava na sala enquanto ela ocorria. Nas imagens, Barrocas insistiu em saber se estava tudo certo para que chegassem às mãos de Nestor Cerveró (foto), ex-diretor da Petrobras, as perguntas que seriam feitas pelos Senadores. Cerveró ameaçava desmentir a presidente Dilma Rousseff quando fosse interrogado, mas isso nunca aconteceu.

Outros personagens citados como peças-chaves da transação são Paulo Argenta, assessor especial da Secretaria de Relações Institucionais da Presidência da República; Marco Rogério de Souza, assessor da liderança do governo no Senado; e Carlos Hetzel, assessor da liderança do PT.

Barrocas conta também que o senador Delcídio Amaral era peça-chave da operação para manter Cerveró sob o cabresto governista, porque o senador foi padrinho político do ex-diretor da Petrobras. Cerveró foi interrogado na CPI em maio deste ano. (Fonte: Agência Estado/foto divulgação)

3 COMENTÁRIOS

  1. Esse negócio de deputado investigar deputado, ta errado, quem devia investigar crimes desse porte seria a polícia federal e pronto, encontrando os culpados cadeia neles. Simples assim.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome