Covid-19 pode ganhar força até fevereiro, prevê diretor do Instituto Butantan

0
Foto: Sérgio Oliveira

O diretor do Intituto Butantan, Dimas Covas, afirmou que a previsão é que a pandemia ganhe força até fevereiro. No momento em que o Brasil ultrapassa as 201 mil mortes causadas pela Covid-19 e chega aos 8 milhões de infectados.

A época mais difícil da pandemia se aproxima. Vamos ter uma aceleração no número de casos, no número de óbitos, como está acontecendo todos os dias. Brasil já passando da casa de mil óbitos por dia. Vamos chegar no fim de janeiro, com certeza, no mesmo nível ou em um nível superior ao que enfrentamos em julho do ano passado. Em fevereiro, nós vamos enfrentar uma situação pior do que a que nós enfrentamos até então”, declarou.

Segundo ele, as pessoas perderam o medo do vírus e os jovens voltaram a ter uma atividade social. Com a circulação maior de pessoas, o diretor disse que há maior transmissão da doença. Ele alertou ainda para um possível risco de colapso na rede de saúde porque os hospitais enfrentam dificuldade em contratar mão de obra.

Dimas disse ainda, que a queda nos números de casos de Covid-19 e de mortes após a aplicação da vacina só deve ser percebida a partir de maio, uma vez que o impacto não é imediato porque as vacinas que estão sendo usadas não impedem a doença, mas a gravidade dela. “Vamos começar a ter diminuição de óbitos, progressiva, diminuições de internação, progressiva, mas isso só se vai sentir de fato a partir de maio.” (Com informações de EPTV)

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome

oito − 2 =