Consulado do Sport em Petrolina sai em defesa de ex-BBB após críticas homofóbicas de conselheiro do clube

por Carlos Britto // 15 de maio de 2021 às 22:00

Continua rendendo a polêmica causada por uma declaração de um conselheiro do Sport Club do Recife contra o ex-BBB e doutorando em economia, Gilberto Nogueira, o Gil de Vigor. O estopim foi a dança do ‘tchaki tchaki’, feita por Gil na Ilha do Retiro e que ganhou popularidade com ele no programa Big Brother Brasil, da Rede Globo.

Flávio Khoury, o conselheiro do clube pernambucano, proferiu palavras homófobicas contra Gil, gerando revolta nos internautas pelas redes sociais (confiram abaixo).

Neste sábado (15), também utilizando suas redes sociais, Gil havia dito que “machuca muito” esse tipo de agressão, mas “sentia pena” do autor das declarações. “Inicialmente, doeu muito, eu fiquei muito abalado. Só que, depois, eu pensei: ‘gente, é uma pessoa só’. Eu tenho, na verdade, assim, pena dele. Pena por ele não ter aprendido, não ter absorvido tanto tempo e oportunidades de que preconceito não leva a nada. Então, eu tenho pena dele, é isso que eu sinto“, disse o ex-BBB, que recebeu apoio dos jogadores do Sport e dos seus fãs.

A declaração também foi repudiada pelo clube. “O Sport Club do Recife e todo seu Conselho Deliberativo repudia qualquer ato de homofobia, de desrespeito a quem quer que seja”, afirmou o presidente do Conselho Deliberativo do Sport, Pedro Lacerda. O caso aconteceu às vésperas do Dia Internacional Contra a Homofobia, celebrado na próxima segunda-feira (17). A hashtag ‘#GilMereceRespeito’ figurou entre os assuntos mais comentados do Twitter, com publicações pedindo a exclusão de Koury do Conselho do Sport.

Ao Globo Esporte, no entanto, Koury negou homofobia e disse que apenas se posicionou contra a dança no gramado. As informações são do G1-PE e da TV Globo.

Consulado de Petrolina

Em Petrolina, o Consulado do Sport também lamentou a postura do conselheiro em relação ao ex-BBB, ressaltando ser contra atos de preconceito que atinjam qualquer cidadão, independente da sua orientação sexual, raça, credo, ou cor da pele.

Confiram a íntegra da nota:

NOTA DE ESCLARECIMENTO

O Consulado do Sport Club do Recife, em Petrolina/PE, vem, por meio desta, reiterar seu posicionamento contra qualquer ato de preconceito e/ou discriminatório que venha a atingir qualquer cidadão brasileiro e estrangeiro.

Nossa bandeira é pautada, além do amor ao Leão da Praça da Bandeira, no respeito ao próximo, independente da raça, credo, orientação sexual, cor da pele, limitações e outras características que nos torne ímpares!

Aquilo que nos torna únicos, como seres humanos, é o mesmo que nos mantém, com o sentimento fraternal, em um ambiente de paz, democracia e, acima de tudo, respeito, respeito e respeito!

Pelo Sport, e por todos, TUDO!

Consulado do Sport Club Recife/Petrolina

Consulado do Sport em Petrolina sai em defesa de ex-BBB após críticas homofóbicas de conselheiro do clube

  1. Thiaro disse:

    Nós últimos anos a única alegria que o Sport proporcionou ao torcedor foi o tchacki thacki e ainda querem criticar?

  2. Thiaro disse:

    O Sport deixou de ser leão há muito tempo, hj está um gatinho inofensivo!!!

  3. disse:

    Coitado do PT, tudo é culpa dele, se tivesse existido na época de Jesus teriam lhe colocado a culpa pela crucificação. Freud explica a fixação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *