Congestionamentos exigem paciência dos motoristas entre Petrolina e Juazeiro

13
(Foto: Duda Oliveira/Blog do Carlos Britto)

Quem mora em Petrolina (PE) ou Juazeiro (BA) já está acostumado com congestionamentos no trânsito, principalmente no trecho da Ponte Presidente Dutra, que liga as duas cidades. Excesso de carros e pouco espaço para circulação de veículos acaba provocando longos engarrafamentos.

Diante da lentidão, a imprudência cresce e os acidentes aumentam. E quando ocorrem acidentes ou algum veículo quebra na ponte, o clima fica ainda mais tenso. Nos horários de pico – entre 6h30 e 8h, das 12 às 13h e das 18h às 19h – é necessário ter muita paciência. Tem gente que sai mais cedo para evitar estresse.

Com os engarrafamentos na ponte, o trânsito no centro das duas cidades fica complicado. Em Juazeiro, semáforos muito próximos e ruas mais estreitas acabam retendo o trânsito. Em Petrolina, apesar das avenidas mais largas, o trânsito também não flui direito, devido à grande quantidade de carros que precisam passar para o lado baiano.

Muito já se falou sobre a construção de uma segunda ponte, mas nem a duplicação do trecho juazeirense da Ponte Presidente Dutra aconteceu. Pelo visto, os motoristas ainda terão muita dor de cabeça na ‘ponte picolé’, como foi apelidada pela população. Ou seja, dentro do carro, só resta ter paciência e encarar o trânsito. Lamentável.

13 COMENTÁRIOS

  1. Congestionamentos frequentes e uma Pergunta.

    POR QUE NUNCA TERMINARAM A DUPLICAÇÃO DO LADO BAIANO DA PONTE??
    SEMPRE LEMBRANDO DO HISTORICO DE GOVERNOS PETISTAS ,MUNICIPAIS,ESTADUAIS

  2. Como a ponte como está, com uma rampa vergonhosa de tão estrita para descer para o centro de Juazeiro, com a ponte virando uma faixa só, com caos no centro de Juazeiro com um semáforo em cima do outro, não tem como transito andar. Lembro como hoje digníssimo prefeito da época ao ser questionado por rampa tão pequena, tão estreita o Isaac disse: subo e desço de ré como minha Hilux. Nossa Juazerio tem esse pensamento pequeno dos nossos governantes. Sempre pensando em armengue, no pequeno, no provinciano e por aí se aumenta a distância da vizinha Petrolina, onde se elimina semáforos, se abre grandes avenidas e por aí vai. Cabe a nós eleitores mudar essa situação. E deixar de ser Governado pela segunda pessoa que não foi eleita

  3. Nunca fiquei presa num engarrafamento em Petrolina. Apesar do fluxo de carro ser grande, a questão da mobilidade em Petrolina é muito boa. O problema está em Juazeiro onde os governantes estão se lixando para a população. Sem nenhum projeto de mobilidade urbana e com sinaleiras sendo colocadas sem nenhum estudo

  4. Como o engarrafamento atinge petrolina também. Nós juazeirense pedimos aos nobres políticos pernambucanos que esilva este problema da duplicação do lado baiano pois como é federal o governador de Pernambuco nos ajuda.do lado baianonao temos políticos competentes

  5. Petrolina o picolé e Juazeiro o palito, a parte pior e remendada do lado baiano por causa de seus políticos. Vergonha essa ida Petrolina pra Juazeiro.

  6. Não é aceitável que duas cidades grandes como Juazeiro e Petrolina sejam ligadas apenas por 1 ponte…

    Nossos representantes têm que começar a se mobilizar para a construção de, pelo menos, uma segunda ponte.

    O ex-Prefeito de Juazeiro, Isaac Carvalho chegou a elaborar o projeto com mais duas pontes, uma delas passando nas imedições do Alfaville, mas, infelizmente, esfriou…

  7. A Cidade de Juazeiro está morta!
    O povo dorme e os políticos empurra os problemas com a barriga cheia.
    Juazeiro vive em estado de calamidade pública e interfere no progresso de Petrolina. Lamentável!

Deixe uma resposta para Sylvia Cristina Bouças Cancelar resposta

Comentar
Seu nome

3 × 4 =