Confirmada circulação de subvariante da Ômicron em PE, incluindo no Sertão

por Carlos Britto // 14 de junho de 2022 às 07:55

Foto: Miva Filho/SES-PE

Pernambuco confirmou a circulação da subvariante BA.4 da Ômicron no Estado. O resultado de mais um sequenciamento genético feito pelo Instituto Aggeu Magalhães (IAM/Fiocruz-PE) em parceria com a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) apontou que de 101 amostras positivas para a Covid-19, nove genomas foram identificados como da BA.4. Os pacientes, 5 mulheres e 4 homens, com idades entre 22 e 74 anos, residentes dos municípios de Recife (7), Paulista (1) e Jaboatão dos Guararapes (1), realizaram a coleta entre 16 e 23 de maio.

Oito deles foram assintomáticos e um apresentou sintomas leves. Três dos pacientes não apresentavam registro de nenhuma dose da vacina contra a Covid-19 nos sistemas de informação, dois não tinham tomado a primeira dose de reforço e um só tinha tomado uma dose.

Os outros 92 genomas analisados também foram da linhagem Ômicron, com datas de coleta entre 9 e 24 de maio, de pessoas residentes nos seguintes municípios: Barreiros (1), Glória do Goitá (1), Jaboatão dos Guararapes (2), Olinda (8), Paulista (3), Salgueiro (8), São Lourenço da Mata (1), Recife (65), Tracunhaém (1), Vertentes (1), além de paciente do arquipélago de Fernando de Noronha (1). Ainda não foi detectado, até o momento, casos da BA.5 em território pernambucano.

Com a circulação de mais uma subvariante da Ômicron confirmada no Estado, a SES-PE reforça a importância das doses de reforço da vacina contra a Covid-19. “A BA.4 e a BA.5 já circulam em outros Estados brasileiros, o que já nos deixava em alerta para a possibilidade de introdução destas sublinhagens aqui em Pernambuco. A confirmação da BA.4 nosso território ratifica a necessidade da população tomar as doses de reforço, de acordo com o público elegível para cada reforço. Estas doses proporcionam o aumento da quantidade de anticorpos no organismo, ampliando a proteção e reduzindo a chance de infecção ou reinfecção, assim como formas graves da doença e óbitos“, explica o secretário estadual de Saúde, André Longo.

Testes

Para manter a vigilância do novo coronavírus ativa, a SES-PE tem enviado, periodicamente, aos municípios pernambucanos testes rápidos de antígeno para que as gestões locais qualifiquem suas estratégias. Somente nestes primeiros dias de junho, a SES-PE já entregou 3,1 mil testes para cidades espalhadas por todas as regiões do Estado. Desde o início da pandemia, já foram mais de 1,9 milhão de unidades ofertadas. Além da parceria com o Aggeu Magalhães para sequenciamento genético de amostras, após a modernização da estrutura do Laboratório Central de Saúde Pública de Pernambuco (Lacen-PE), o serviço, que é referência para todo o Estado, também iniciou a sequenciar amostras positivas, qualificando e ampliando, assim, a vigilância genômica da doença.

Confirmada circulação de subvariante da Ômicron em PE, incluindo no Sertão

  1. iagu disse:

    Ótimo trabalho. Obrigado por divulgar britto!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.