Comunitários de ruas onde vigora Zona Azul pedem a Suzana Ramos fim do estacionamento rotativo

0
Foto: Pedro Ângelo/PMJ divulgação

A prefeita Suzana Ramos e o diretor-presidente da Companhia de Segurança, Trânsito e Transporte (CSTT), Tenório Filho, percorreram ontem (18) as ruas Sete de Setembro e Floriano Peixoto, na área central de Juazeiro (BA), para ouvir a opinião de comerciantes e moradores a respeito da Zona Azul nesses logradouros.

O sistema de estacionamento rotativo foi implantado em julho de 2016, com a proposta de abrir mais vagas de estacionamento na cidade. Porém, desde o início gerou insatisfação entre comunitários das ruas onde a Zona Azul foi implantada. Atualmente, os motoristas que moram nas vias com o estacionamento rotativo pagam uma taxa anual de R$ 50,00 para a CSTT, para poderem estacionar livremente apenas na rua onde residem, o que não dá direito da isenção em outras ruas da cidade. Porém, moradores denunciam que já receberam notificações de multa, apesar de estarem com o carro estacionado onde moram.

Durante a visita às ruas Sete de Setembro e Floriano Peixoto, Suzana ouviu 40 pessoas nessas duas ruas, entre moradores e comerciantes. Trinta e oito opinaram com a extinção da cobrança do estacionamento rotativo. Segundo a prefeita, a ideia é atender da melhor forma possível o pedido da população. “Foi uma promessa nossa de campanha ouvir os moradores, para saber se são a favor ou não de continuar a Zona Azul. Fizemos uma pesquisa e vimos que eles não querem. Então, vamos cumprir a promessa de campanha, vamos tirar a Zona Azul da Rua Sete de Setembro e da Rua Floriano Peixoto“, frisou Suzana.

Outras ruas

A prefeitura também estuda a possibilidade de extinguir a cobrança em outras vias do Centro da cidade. “Além da Floriano Peixoto e Rua Sete de Setembro, estamos analisando junto com a prefeita Suzana Ramos extinguir a cobrança do estacionamento rotativo em outras ruas do Centro. Faremos esse levantamento de forma cuidadosa para atender comerciantes e moradores da melhor forma possível. Assim que o estudo for finalizado, será publicado em decreto“, finalizou o diretor da CSTT, Tenório Filho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome

quatro × 1 =