Compesa se manifesta sobre protesto de moradores no Dom Avelar e pede “sensibilidade” da prefeitura

1

Por meio de nota da assessoria, a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) se manifestou acerca do protesto de moradores do Bairro Dom Avelar e adjacências, nesta manhã (10) na zona norte de Petrolina, em relação aos problemas de esgotamento sanitário da área. A empresa ressalta que, apesar de não operar o sistema do bairro, tem realizado as desobstruções na rede coletora para minimizar os transtornos das comunidades. Sobre a Avenida dos Minérios, um dos pontos mais criticados pelos moradores, a Compesa disse que vem tentando fazer a desobstrução, mas a prefeitura ainda não atendeu por completo o pedido da empresa para que o serviço seja feito.

Confiram:

A Compesa informa que não opera o sistema de esgotamento sanitário do Bairro Dom Avelar. Apesar de não ser responsável pelos serviços de manutenção, a Companhia tem  realizado  desobstruções na rede coletora de esgoto para não prejudicar os moradores da localidade.

Em relação especificamente à Avenida dos Minérios, a Compesa informa que por três vezes, nos últimos dias, tentou fazer a desobstrução dos esgotos da via, mas a rede se rompeu na travessia do canal. A companhia entrou em contato com a Secretaria de Infraestrutura de Petrolina e solicitou a diminuição do bombeamento que o município faz da Lagoa do São Joaquim para o canal, além de fazer o barramento e desvio do córrego para que a Compesa possa realizar os devidos reparos na rede e poços de visita.

De acordo com a gerência da Compesa em Petrolina, até agora a Prefeitura se disponibilizou apenas a diminuir o bombeamento da Lagoa, o que não é suficiente para executar o serviço e aguarda a sensibilidade da Prefeitura de Petrolina para que a população seja beneficiada com a desobstrução dos esgotos.

Compesa/Ascom

1 COMENTÁRIO

  1. Cara de Madeira essa Compesa, cadê os 35 milhões que ja foram liberados pra fazer o saneamento da bacia do Dom Avelar?
    Todo mês a Compesa leva pra Recife o milhões de reais, cadê os investimentos senhora compesa? Até quando suportaremos essa empresa?

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome